Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Dominique desfalca baliza militar

Jorge Neto - 29 de Julho, 2017

Dominique, falha o jogo de amanh

Fotografia: Jornal dos Desportos | Edies Novembro

O guarda-redes do 1º de Agosto, Dominique, falha o jogo de amanhã, às 15h30, no Estádio Mundunduleno, diante do FC Bravos do Maquis, por lesão, sendo a primeira vez que o atleta desfalca o conjunto militar desde que assumiu a baliza no desafio da 17ª jornada do Girabola Zap.
O internacional angolano é uma das baixas confirmadas a par do extremo Geraldo para a deslocação ao Moxico, facto que obriga o técnico bósnio Dragan Jovic a fazer alterações nas duas posições.

Depois de assumir a baliza do 1º de Agosto, Dominique sofreu dois golos em quatro jogos e mostrou segurança entre os postes, transmitindo confiança aos seus colegas. Com a sua ausência, Nuno e Tony Cabaça são os fortes candidatos a ocupar a vaga. O excelente momento de forma que atravessa ficou vincado nos jogos da 17ª jornada frente ao Recreativo da Caála (0-0) e 20ª diante do Desportivo da Huíla (3-0) em que manteve as redes dos militares intactas.

 Contudo, foi buscar a bola no fundo da sua baliza na 18ª ronda contra o 1º de Maio de Benguela (2-1) e na 19ª frente a Académica do Lobito (1-1). Depois de passar toda a primeira volta do campeonato nacional por uma fase de recuperação, na Europa, concretamente na Suíça, da lesão contraída na perna esquerda, o jogador regressou em boas condições físicas e atléticas, tendo falhado apenas o jogo da 15ª jornada, onde Nuno foi o titular e manteve inviolável a baliza diante do JGM do Huambo.

Para colmatar a sua ausência, o plantel do 1º de Agosto conta com mais três guarda-redes, Tony Cabaça, Nuno, Julião e Coio, em que os três primeiros já alinharam esta época e o último aguarda, de forma paciente, pela sua vez e fazer a sua estreia este ano com a camisola rubro e negra. Nos treinos é visível a forte concorrência pela única vaga na baliza, que nesta segunda volta conheceu dois ocupantes.

Nuno  contratado para esta recta final do campeonato disputou apenas um jogo. A par da baliza o quarteto defensivo dos militares tem sofrido igualmente várias alterações nesta época e já foram utilizados Dany Massunguna, Mingo Bile, Paizo, Natael, Bobó e Sargento, ou seja, seis jogadores para quatro posições.                 
JN