Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Dominique refora opo de Jovic

Jorge Neto - 28 de Junho, 2017

O guarda-redes Antoine Dominique que estreou-se na baliza do 1 de Agosto

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

O guarda-redes Antoine Dominique que estreou-se na baliza do 1º de Agosto, na condição de titular, no jogo com o Recreativo da Caála,  depois de falhar toda a primeira volta do Girabola Zap, por lesão, aumentou  a opção da equipa técnica, para defender as redes dos campeões nacionais.

O jogador deslocou-se à Suíça, com o objectivo de recuperar da contusão na perna, contraída ainda em período de pré-época, num dos treinos no campo do ex-RI20, antes da equipa partir para a província de Benguela com o objectivo de disputar alguns jogos amistosos, regressou e está confiante.

Com a integração do camisola 1, os militares vêem reforçada à segurança das suas redes, enquanto Tony Cabaça que começou a época a titular, recupera da lesão. Na jornada anterior, o posto pertenceu a Nuno, contratado na segunda volta ao Desportivo da Huíla, para acudir as necessidades dos rubro -negros. Julião, outro atleta desta posição, fez cinco jogos, sofreu golos em três deles.

De salientar que o internacional angolano esteve ausente durante a disputa da Supertaça frente ao Recreativo do Libolo, na eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos  Clubes Campeões Africanos, diante do Kampala City do Uganda.

No domingo às 17h00 no Estádio 11 de Novembro, o 1º de Agosto recebe a formação do 1º de Maio de Benguela, desafio referente à 18ª jornada do Girabola Zap, com o pensamento na conquista dos três pontos, depois do empate com sabor agridoce na recepção aos caálenses.

A preparação teve início na segunda-feira, na relva natural do Estádio França Ndalu, pela primeira vez, uma situação que pode repetir-se esta semana. Ontem, os rubro -negros registaram uma folga e hoje às 8h30, retomam os treinos no habitual campo do ex-RI20. Em princípio, na sexta-feira realizam a sessão no período da tarde, no Estádio 11 de Novembro, que é o palco do jogo.

O ambiente que se vive nas hostes dos militares é de conformismo pelo empate inesperado, mas acreditam não ter sido um mal -maior, pois, como defendem, pode significar um ponto ganho no futuro.