Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Drbi do leste aquece Mangueiras

Betumeleano Ferr?o - 24 de Junho, 2017

O FC Bravos do Maquis capaz de no ser o adversrio ideal para quem vive momentos de aflio

Fotografia: Jornal dos Desportos

A segunda volta começou com esperança para o ASA, a moralizante vitória na ronda passada pode ser a catapulta que os aviadores precisam para chegar a regularidade de resultados. O FC Bravos do Maquis é capaz de não ser o adversário ideal para quem vive momentos de aflição, em parte porque também alterna o bom com o mau, mas os aviadores têm de fazer pela vida para pontuar, nem que seja com empate, no sempre difícil estádio do Mundunduleno, com início às 15h00.

Os aviadores ainda não chegaram à fase do desespero, ainda assim, são forçados a ser eficientes na respiga de pontos, até mesmo lá onde não são favoritos. A estratégia defensiva e ofensiva vai ser a chave do sucesso, mas também é ponto assente que a eficiência vai julgar com exactidão se o ASA é ou não merecedor de regressar a Luanda com algo nas mãos.

Em meio a chance de fazer a terceira vitória consecutiva no Girabola ZAP, a acontecer vai ser o melhor momento no campeonato, os aviadores têm de apostar todas as fichas contra o Maquis, pois uma eventual derrota é capaz de significar um retrocesso e pode trazer de volta os fantasmas da primeira volta. A bravura dos maquisardes demora a aparecer no Girabola ZAP, a mudança no comando técnico está a dar alguns resultados, pelo que os pupilos de Zeca Amaral têm de entrar competitivos para evitar uma atitude negligente, capaz de servir de motivação para o ASA.

O Maquis tem de entrar em campo sem rótulo, ser ou não o favorito é apenas uma questão teórica que nem sempre vale nada. Cada jogo tem a sua história, assim é importante que os maquisardes se apeguem aos detalhes e façam um resultado positivo, não importa quanto tenham de suar para abater os aviadores.

A favorável diferença de 5 pontos com que o Maquis vai receber o ASA é uma boa chamada de atenção para as duas equipas fazerem pela vida, pois o fosso entre elas não é tão longo assim.

A situação menos favorável por que passam o Maquis e o ASA é capaz de afectar a qualidade do espectáculo, mas também ninguém vai condenar os contendores por trocarem a exibição com o resultado, realmente vitórias morais, do estilo jogamos bem, não animam quem está sedento de pontos.   


ATLÉTICO SPORT AVIAÇÃO
Aviadores só pensam nos três pontos


Os membros da equipa técnica do Atlético Sport Aviação (ASA), apesar da reconhecerem a dificuldade de ganhar jogos no Estádio Mundunduleno, carregam na \"bagagem\", a esperança de conquistar mais uma vitória no campeonato, a acontecer vai ser a terceira consecutiva, no duelo desta tarde, diante do FC Bravos do Maquis, segundo o treinador Paulo Saraiva.

Para já, Paulo Saraiva destaca as qualidades do seu homólogo Zeca Amaral, que orienta o FC Bravos do Maquis, reconhecendo as suas capacidades, mas não descarta a possibilidade de sair vitorioso da capital do Moxico.

\"O FC Bravos do Maquis é uma equipa forte, que joga muito e é bem orientado pelo seu treinador, um jovem que dispensa comentários. Respeitaremos sempre os adversários que vierem a cada jornada que nos surgir pela frente neste Girabola. Mas é nosso objectivo claro vencer essa partida\", avisou.

Em função da condição em que se encontra a formação aviadora, no que toca à classificação na tabela geral, Paulo Saraiva alerta que os seus pupilos vão encarar essa segunda volta com maior determinação,  entrando para os terrenos do jogo com o pensamento vitorioso.

\"Queremos sempre, a partir dos campos, respeitar os concorrentes, mas com pensamento virado para os três pontos, porque precisamos ganhar muitos jogos. Só mesmo as vitórias nos interessam nesta derradeira fase do campeonato\", assumiu o técnico.

A equipa do ASA fechou a primeira volta do Girabola Zap 2017 com um total de 11 pontos, resultantes de duas vitórias, cinco empates e oito derrotas, tendo sido por via disso a menos produtiva desse turno.
AUGUSTO PANZO