Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Duelo de Recreativos com um mais aflito

Betumeleano Ferro - 07 de Julho, 2018

Fotografia: Edies Novembro

O jogo Recreativo do Libolo - Recreativo da Caála está longe de ser dos mais apetecíveis do campeonato, ainda assim, há todos os motivos para acreditar que o estádio de Calulo é capaz de testemunhar um dos embates mais renhidos da jornada. A aflição caalense é uma boa garantia de que os donos de casa vão ter uma tarefa difícil para conter a revolta do lanterna vermelha da competição.
A vitória interessa muito mais ao Caála, o último lugar dá acesso directo à Segundona, até ao momento há poucos motivos para acreditar que a equipa do Huambo tem futebol para sair com vida do corredor da morte. Um triunfo extramuros é fundamental para devolver a esperança ainda mais porque a fraca pontuação prenuncia uma iminente descida de divisão, caso se prolongue o jejum de vitórias.
Mais do que conquistar 3 pontos extramuros, é importante que o Clube Recreativo da Caála (CRC) consiga provar que tem estofo competitivo para chegar, ver e vencer. Por mais que os donos de casa se esforcem em dar o exemplo como bons anfitriões, tem de ser sempre o CRC a mostrar que tem todos os argumentos para contrabalançar o poderio caseiro.
O Libolo perdeu referências no início da temporada para lançar um novo alicerce, a classificação fala por si, sendo esse mais um motivo válido para a equipa ambicionar os 3 pontos. Os adeptos andam desconfiados porque 20 pontos em 21 jogos nem dá uma média de 1 por ronda, pelo que é obrigatório ganhar em casa para recuperar a confiança de quem anda com saudades do doce passado.
Os libolenses estão uns lugares muito próximo da fronteira que separa a permanência da descida, é por isso que também têm de fazer pela vida, como se espera que aconteça com os caalenses, quem conseguir somar 3 pontos pode se dar por satisfeito porque esse é o turno das decisões, a partir de agora não há mais muitas jornadas para anular o desperdício actual. As duas equipas estão sedentas, é normal que tenham de escolher entre os pontos e a exibição, é verdade que a mente quer o binómio, mas o momento é para dar primazia ao mais importante, ganhar, para evitar jogar de calculadora nas mãos daqui para frente.