Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Dvida impede Progresso de inscrever novos atletas

Pedro Futa - 10 de Dezembro, 2020

Sambilas sentem os efeitos da mo pesada da FIFA

Fotografia: EDIES NOVEMBRO

A dívida avaliada em 60 mil dólares,  referente à rescisão contratual do Progresso Associação Sambizanga com o antigo atleta Rafael Bengue, do Ghana, impede o clube sambila de inscrever novos jogadores para a época 2020/2021.
Em declarações ao Jornal de Angola, o vice-presidente cessante para o Futebol, Manuel Dias dos Santos, disse que a decisão é da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA).
“Celebrámos o contrato com o atleta em 2015, com a cláusula de rescisão avaliada em 60 mil dólares e no ano seguinte após o término do contrato por mútuo acordo, devido à crise financeira que o país atravessa, decidimos pagar o valor em kwanzas. Mas infelizmente, o Rafael pretendia receber em divisas e acabámos por não pagar”, esclareceu.
Manuel Dias dos Santos disse ainda que o atleta recorreu à FIFA. “Ele recorreu à FIFA,  ganhou a causa e ficámos impedidos de inscrever novos jogadores na FAF, enquanto não saldarmos a dívida”, revelou.
Segundo o dirigente, o PAS está a pagar por tranches. “Nesse momento já pagámos metade do valor, estão em falta 30 mil dólares, tudo faremos para resolver antes do arranque do campeonato”, disse.
Devido à crise instalada no clube e dívidas avultadas com atletas e funcionários administrativos, muitos jogadores decidiram representar outros emblemas.
O Progresso abriu a oficina há uma semana, com alguns atletas da época passada e recebeu jogadores dos escalões de formação e outros já com certa experiência de Girabola em avaliação, como são os casos de Nary (Petro de Luanda), Giresse (Sagrada Esperança), Guelor (Cuando Cubango) e Jamuana (Santa Rita).