Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

lio e Digenes falham jogo

Paulo Caculo - 28 de Fevereiro, 2016

Beto Bianchi tem trs baixas no plantel mas est confiante num bom jogo e resultado

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os médios Francis e Diógenes e o central Élio são as grandes contrariedades do Petro de Luanda para o jogo desta tarde, às 15h30, no estádio do Buraco, diante da Académica do Lobito, referente à segunda jornada do Girabola. Os três jogadores estão a contas com lesões e não integram o leque de convocados.

Dos jogadores indisponíveis, apenas Francis desfalca a equipa, depois de ter sido utilizado como suplente no desafio anterior, frente ao 4 de Abril. O médio começou no banco, mas entrou depois a render Manguxi, aos 45 minutos, tendo sido fundamental na manobra ofensiva dos tricolores.

Já em relação a Élio e Diógenes é o segundo jogo consecutivo que ficam fora dos planos do técnico Beto Bianchi. Os jogadores treinaram limitados durante a semana que antecedeu este jogo, razões pelas quais foram preteridos da convocatória.

Em face disso, o "onze" previsto para o jogo com a Académica não deve diferir muito daquele que recebeu e venceu o 4 de Abril, na jornada anterior.
Ou seja, Gerson pode voltar a tomar conta da baliza, devendo o centro da defesa ser composto pela dupla Mira e Etah. Manguxi e Miguel serão os laterais, ao passo que Chara e Wilson os médios mais defensivos. Job, Balacai e Herenilson assumem a função de municiadores do ataque que deve estar entregue à Fabrício ou Jirresse.

O treinador Beto Bianchi não espera por facilidades no desafio desta tarde. O hispano-brasileiro antevê um jogo difícil, porque acredita que os estudantes estão dispostos a pontuar também nesta jornada.

"Queremos realizar uma boa partida de futebol, pontuar, mas sabemos que o adversário também vai com o mesmo objectivo. Por isso, não será um jogo fácil. Muito pelo contrário: esperamos por dificuldades, mas estamos preparados para fazer o nosso jogo, com muita confiança", disse.