Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Emena Kwazambi pondera deixar a equipa

Joaquim Suami , em Cabinda - 11 de Março, 2019

Constantes empates no campeonato deixa entristecido treinador dos Lees do Norte

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro

O técnico do Sporting de Cabinda, Emena Kwazambi, manifestou no último sábado, nesta cidade, a possibilidade de colocar o seu lugar à disposição, devido a crise de maus resultados, que a formação verde e branca tem registado no Girabola Zap 2018/2019. Emena Kwazambi, que falava a imprensa local, no final do jogo em que a sua formação voltou a empatar na competição, desta vez, a zero bolas, diante do Recreativo do Libolo, no desafio referente à 18ª jornada, disputado no estádio do Tafe, referiu que está totalmente triste, com a \"febre\" de maus resultados que assola o Sporting de Cabinda, por isso, pondera colocar o seu lugar à disposição.    “É uma tristeza para mim e até perco palavras. Estamos a trabalhar arduamente, para a equipa sair da zona complicada em que se encontra na classificação, mas, infelizmente, não estamos a conseguir. Todos estão a ver que a equipa consegue jogar a bola e não estamos a compreender o que está a passar. Vou colocar o meu lugar à disposição, porque é um sofrimento enorme. A equipa está a jogar bem e não consegue ganhar”, disse.Reforçou que a decisão de deixar o comando técnico do Sporting de Cabinda é acertada, pelo facto de não estar a compreender a razão de tantos empates, se a equipa consegue jogar bem e criar dificuldades aos seus adversários. “Não consigo compreender a razão de tantos empates, porque estamos a fazer um trabalho digno no seio deste grupo e até não conseguimos dormir. A nossa alegria é ver a equipa ganhar jogos, mas infelizmente a equipa não está a reagir. A equipa joga bem, mas quando chega na zona defensiva do adversário e com possibilidades de marcar golos não concretiza, o que é anormal. Os órgãos da comunicação social elogiam o nosso trabalho, mas não estamos a ser felizes em campo”, referiu.O Sporting de Cabinda, único representante da província mais ao Norte do país no campeonato, ocupa a 13ª posição da classificação com 18 pontos.