Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Empate justo em jogo fraco

Paulo Caculo - 25 de Setembro, 2017

Aviadores e maquisardes ficaram pelo nulo ontem na primeira mão

Fotografia: M.MACHANGNGO | Edições Novembro

Atlético Sport Aviação (ASA) e FC Bravos do Maquis protagonizaram ontem, no estádio dos Coqueiros, um jogo fraco, pouco emotivo, sem atracção e sem golos. Concorreu para o nulo, a pobreza do espectáculo e a fraca intensidade imprimida por ambos conjuntos ao jogo. E como se não bastasse isso, os ataques pouco ou quase nada construíram em termos de oportunidades claras de golo.

A tosca exibição evidenciada por aviadores e maquisardes foi consequência da aposta em jogadores que habitualmente não constam dos titulares, pois os treinadores estão mais preocupados com o Girabola Zap. Nem mesmo o FC Bravos do Maquis, cuja posição na tabela de classificação do Girabola Zap confere algum conforto, ousou arriscar colocar o seu melhor \"onze\". Ou seja, Zeca Amaral deu lugar a alguns jogadores pouco utilizados, para que justifiquem presença no plantel, mas a equipa perdeu consistência ofensiva e dureza defensiva.

Durante algum período do jogo foi evidente a displicência ofensiva de ambos os conjuntos. Em face disso, acabou sendo também com alguma naturalidade que as balizas não tivessem uma tarde de imenso trabalho.A segunda parte foi muito mais prometedora, sobretudo dada as alterações feitas pelos dois treinadores. Com isso, ambos os conjuntos ganharam frescura física no meio-campo, tendo as jogadas ganhado muito mais intensidade, embora a divisão da posse de bola e das ocasiões de golo continuasse a ser a nota predominante da partida.

Os aviadores acreditavam muito mais que o adversário, que podiam chegar ao golo, mas faltava quase sempre calma e serenidade suficiente a Negra e Zaipa para, na hora da finalização, desferirem o golpe fatal. Fruto deste estado de coisas, o ASA teve dificuldades em concretizar as oportunidades que dispôs para marcar. A equipa de arbitragem encabeçada por António Dungula não merece qualquer contestação. O árbitro e auxiliares estiveram ao nível do jogo, quer técnica, como  disciplinarmente.