Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Empates preocupam direco do clube

Jorge Neto - 03 de Janeiro, 2019

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

Os três empates, consecutivos, preocupam o 1º de Agosto que espera reverter a situação, no primeiro jogo de 2019, aquando da recepção no domingo, da formação do Sporting de Cabinda, a partir das 17h00 no Estádio 11 de Novembro, desafio referente à 10ª jornada do Girabola Zap.
Os militares mantêm a seca de golos, nos últimos três jogos, daí, os empates nulos com as equipas do Progresso do Sambizanga, Recreativo do Libolo e Saurimo FC, resultados considerados negativos, à excepção do embate frente aos libolenses, no Estádio de Calulo, onde os agostinos nunca venceram.
A deslocação à Lunda- Sul, na jornada anterior, o encontro com o Saurimo FC,  equipa assolada por fortes problemas financeiras e que resultou numa divisão de pontos, confirmou a preocupação do corpo técnico militar.
\"Três empates, consecutivos, preocupam a equipa técnica. Para um conjunto que luta para conquistar o tetra, penso, que três empates consecutivos é mau, para nós. Vamos trabalhar para ver, se no próximo jogo saímos melhor\", disse Filipe Nzanza, técnico -adjunto, após o desafio.
Esta semana, o plantel entrou em período de preparação derradeira, com um trabalho técnico - táctico realizado ontem. Hoje, a equipa técnica concede uma folga  para regressarem amanhã, a fim de limar as arestas, dado o desafio de domingo.
O aspecto psicológico está igualmente a dominar as palestras da equipa técnica, que espera dos jogadores outra mentalidade e determinação, quando receberem o Sporting de Cabinda, desafio em que têm total favoritismo e é imperioso conquistar  os três pontos.
Os líderes do campeonato nacional têm, agora, a pressão do Desportivo da Huíla, com a mesma pontuação, daí, reconhecerem que apenas um resultado interessa, que é  a vitória, sob pena de perderem a liderança. Os três empates fizeram com que os rubro - negros somassem três pontos, em nove possíveis, cifra que não estava nas contas da equipa técnica, que ambiciona a revalidação do título.