Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Engarrafamento" nos Coqueiros e nos outros destaques

Betumeleano Ferro - 01 de Abril, 2019

A ideia da federao conseguir convencer quer o ASA, quer o Kabuscorp

Fotografia: Edies Novembro

A Federação Angolana de Futebol (FAF) vai tentar negociar hoje com o Atlético Sport Aviação (ASA) e o Kabuscorp os horários das partidas que vão disputar quarta-feira nos Coqueiros, por lapso, o comunicado oficial Nº 013/SG/19 coloca o jogo dos aviadores às 16h00, ao passo que às 17h00 inicia o dos palanquinos. 

Uma fonte federativa contactada pelo Jornal dos Desportos lamentou o erro e prometeu um diálogo com as direcções dos aviadores e palanquinos para encontrar uma solução eficaz ainda mais porque o embate do Kabuscorp, seria quinta-feira, foi antecipada a pedido da Zap, patrocinadora do campeonato, que vai televisionar em directo o festival da paz.

A ideia da federação é conseguir convencer quer o ASA, quer o Kabuscorp, a aceitar um horário conveniente para os dois, a situação não é nova porque já este ano se verificou uma situação parecida na 12ª. jornada, quando ASA - Petro e Kabuscorp - Caála foram realizados no mesmo dia nos Coqueiros. A fonte diz acreditar que as direcções do ASA e do Progresso vão conseguir chegar a consenso para que haja um intervalo razoável entre um jogo e outro.

Em princípio, os aviadores entram em cena primeiro diante do Cuando Cubango FC, um jogo de aflitos, a sorte final dos contendores no campeonato pode também ficar definida com o resultado final do embate que vão protagonizar. Quem vencer alarga em demasia as chances de sobreviver porque pode aumentar a confiança necessária para fugir da iminente despromoção.

Ainda sem hora definida, o dérbi Kabuscorp do Palanca - Progresso Sambizanga é um jogo que promete ser uma cópia do que aos poucos começa a se tornar um hábito, disputa renhida com a vitória a alternar entre os contendores. 

Com excepção das questões dos bastidores, nada mais é capaz de atrapalhar o desempenho competitivo de palanquinos e sambilas, que as duas equipas consigam justificar toda a expectativa que estão a criar, realmente ambas têm condições de repetir as mesmas emoções agradáveis que fizeram os Coqueiros transbordar até não puder mais.