Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Equipa tcnica corrige debilidades

Benigno Narciso, no Lubango - 11 de Maio, 2016

Huilanos querem regressar s vitrias

Fotografia: Arimateia Baptista

A equipa principal do Desportivo da Huíla incide as sessões de treino na correcção das debilidades da defesa, com o objectivo de potenciar o plantel da coesão defensiva que se impõe para vencer o jogo de domingo, no Estádio do Ferroviário no Lubango, diante da Académica do Lobito, válido para a 12ª jornada do Girabola Zap 2016.

A incidência na correcção defensiva surge da necessidade de a equipa técnica rectificar e corrigir algumas debilidades que este sector apresenta, com realce para as “distracções” que estiveram na base dos seis golos sofridos nas três últimas jornadas, em que a equipa orientada por Ivo Traça registou duas derrotas consecutivas e um empate.

Lacerda Tchipongue, um dos adjuntos dos Militares da Região Sul, confrontado com a questão replicou que as falhas defensivas mereceram a atenção da equipa técnica e tudo está a fazer para evitar que situações do género voltem acontecer, na recepção aos estudantes e no próximo desafio.Reforçou haver uma evolução, a julgar pela resposta e postura da equipa no desafio da 11ª jornada, em que a equipa empatou sem golos com o 4 de Abril, em Menongue, depois de perder, por 4-0, frente ao Benfica de Luanda e 2-1 na visita ao 1º de Agosto.

“A equipa já deu a resposta que se impunha frente ao 4 de Abril. Já corrigimos essa vertente e estamos a trabalhar para melhorar ainda mais esse aspecto. Estamos a insistir e dizer aos atletas a necessidade de fechar as linhas de passe porque o modelo do adversário assim exige, de modos a evitar o registo negativo das jornadas anteriores”, destacou.
                       
RECEPÇÃO AOS ESTUDANTES
Militares traçam estratégias


Com as atenções centradas no regresso às vitórias, ante um adversário considerado do seu campeonato, os militares da Região Sul estão apostados em dar uma lição aos estudantes e conquistarem os três pontos.Na primeira sessão de treinos da semana, a equipa trabalhou durante uma hora e meia no relvado do Estádio de Nossa Senhora do Monte, a esboçar a melhor estratégia para suplantar os lobitangas  que estão a realizar boas exibições nos últimos jogos.

A recuperação da condição física, seguida de exercícios de aquecimento, superação de obstáculos (cones) e alongamentos marcou a primeira parte do trabalho, seguem depois para vertente técnica e táctica. Na parte intermédia do treino, Ivo Traça dividiu o grupo em quatro e colocou dois num frente à frente, em que uns lançavam a bola para os outros que eram chamados para a execução da recepção, domínio, condução e passe sempre num movimento de corridas rápidas.

Depois, Ivo Traça submeteu a equipa ao ensaio de jogadas rápidas de contra-ataque através do lançamento da bola à entrada da grande área, para surgir o cruzamento para os médios e avançados finalizarem num confronto com os guarda-redes ao que se seguiu uma peladinha em terreno reduzido, aspecto que encerrou a única sessão de treinos efectuada ontem.

O defesa esquerdo Bruno e o médio Cassinda realizaram ao trabalho condicionado. Bruno efectuou  corrida ao passo que Cassinda abandonou o treino por indisposição.A preparação prossegue hoje com a realização de uma sessão de treinos agendada para as 08h00 no tapete relvado do Estádio do Ferroviário.