Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Equipa tcnica valoriza fim de jejum

11 de Julho, 2018

Explicou, que o conjunto tentou em muitas jogadas impor-se, mas o adversrio conseguia fechar-se, o que ficou impossvel inverter o quadro.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A história volta a repetir-se. À semelhança do percurso do primeiro e do segundo turno do campeonato nacional, após derrotas com o 1º de Agosto e Petro de Luanda, em que perderam os respectivos jogos, o Kabuscorp do Palanca deu um ar da sua graça frente ao Domant FC.
O técnico -adjunto dos palanquinos, Joaquim Manuel, afirmou no final do jogo que marcou na conclusão da 22ª jornada, o regresso aos triunfos na segunda-feira, no Estádio dos Coqueiros, que foi uma vitória difícil. Sublinhou que a turma do Bengo mostrou ter raça e pressionou, atitude que obrigou os seus atletas a empenharem-se.
\"O adversário, à certa altura do jogo, dificultou-nos bastante, mas o querer e a força de vontade do grupo fez com que invertêssemos o quadro a nosso favor\", destacou o treinador, reconheceu que os dois conjuntos estavam sedentos de pontos.
Sublinhou que a equipa via-se pressionada, em função dos desaires averbados frente ao 1º de Agosto (0-5) e Petro de Luanda (0-1), mas felizmente ficou ultrapassado o ciclo de maus resultados. Por outro lado, o técnico -adjunto do Domant FC, Gil Martins, apontou a desatenção registada no sector defensivo, como factor que  levou à derrota. Revelou que a equipa reagiu bem aos ataques contrários, \"conseguia em vários momentos remeter o rival à missão defensiva, mas foi incapaz de travar um lance que deu o segundo tento contrário\", lamentou.
Explicou, que o conjunto tentou em muitas jogadas impor-se, mas o adversário conseguia fechar-se, o que ficou impossível inverter o quadro.