Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Equipas de Benguela recuperam fôlego

16 de Maio, 2017

O 1º de Maio e o Académica do Lobito, estão a marcar posição no campeonato da manutenção

Fotografia: Jornal dos Desportos

A bonança está a lavar a cara dos adeptos, da equipa da orientada por Agostinho Tramagal. É bem verdade, que ainda é cedo para lançar foguetes, mas é ponto assente que a equipa está na senda certa, agora,  precisam repetir mais vezes o que têm feito, para terminar o campeonato sem a angústia das últimas temporadas.

Os proletários tiveram a ajuda do calendário, aproveitaram a chance de atrasar um concorrente directo. A vitória fora, por 2-0, sobre o JGM do Huambo, é capaz de render muitos juros ao 1º de Maio. Aconteça o que acontecer, até o fim da primeira volta, apenas o rival da mesma província é capaz de igualar os 15 pontos.

A Académica do Lobito saiu de cabeça erguida, num jogo com um aflito, o Progresso da Lunda Sul. Os estudantes estavam proibidos de chumbar, o apertado 2-1, ilustra bem as dificuldades por que passaram os anfitriões, para que os visitantes saíssem do Buraco, abaixo da linha de água.

As nuvens negras, da despromoção, voltaram ao balneário da equipa de Albano César. A euforia causada pela entrada do treinador, baixou de intensidade, com a segunda derrota consecutiva. Nada ainda está perdido,  está bem claro, que prova a equipa da Lunda Sul vai ter de fazer. De resto, uma certeza já é incontornável, as boas classificações dos dois últimos anos, desta vez vai ser coisa do passado.

O campeonato da manutenção segue animado, com muitas apreensões no ASA e no Santa Rita, os dois últimos classificados do Girabola Zap 2017. Os aviadores continuam a confirmar a tendência dos últimos anos, estão à espera da segunda volta, para começar a reagir, enquanto os católicos se afundam cada vez no lamaçal dos maus resultados. O milagre vai ter de aparecer, para evitar a despromoção.

As derrotas esperadas do ASA com o 1º de Agosto, e do Santa Rita ante o Petro de Luanda, apenas mostraram que as duas equipas precisam com urgência de encontrar novas soluções, mudar de treinador como fizeram, ainda está longe de ser a panaceia desejada.