Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Equipas de Cabinda definem objectivos

Jos Casimiro, Cabinda - 14 de Setembro, 2016

Sporting realiza jogo decisivo em casa

Fotografia: Antnio Soares

As equipas de Cabinda estão determinadas a disputar no próximo ano o escalão máximo do futebol nacional. Ausentes na primeira edição do Girabola Zap, os cabindenses acreditam na consumação do desiderato que perseguem.Numa altura em que se iniciou a contagem decrescente para a disputa da jornada que vai definir o vencedor da Série A e a equipa que vai disputar a liguilha, aumenta a expectativa no seio das formações da província mais ao norte do país.

As equipas técnicas entraram na semana derradeira de preparação com os objectivos bem definidos. O treinador do Cabinda Sport Clube, António Mapassa, revelou estar confiante na vitória diante da formação da Santa Rita de Cássia, apesar das dificuldades que espera encontrar em casa do adversário.

Referiu que a formação do Uíge possui excelentes jogadores e bastante experientes, mas os seus atletas estão determinados em contrariarem os anfitriões e concretizarem aquilo que todos esperam dos seus representantes no zonal de Apuramento. “A Santa Rita é uma equipa que tem feito excelentes exibições e neste momento ocupa a segunda posição do grupo, com 7 pontos, mas esperamos contrariar o seu favoritismo.

Estamos numa situação que não é fácil ganharmos a Santa Rita no seu terreno, mas não é impossível, por isso, estamos a trabalhar para sairmos no Uíge com os três pontos”, afirmou.  Com a mesma disposição encontra-se o plantel do Sporting de Cabinda que recebe a formação do Domant FC do Bengo. Os leões não querem cobrar qualquer imposto a equipa das terras do jacaré bangão, mas sim cumprirem o dever de casa, vencerem e garantirem o passe de regresso ao campeonato nacional da primeira divisão.

PAULO SARAIVA
"Tudo só depende de nós"



O técnico da equipa Santa Rita de Cássia FC, Paulo Saraiva, manifestou na segunda-feira,  no Uíge, a crença de terminar na primeira posição do Zonal de apuramento ao Girabola, apesar do segundo lugar que ocupa com o mesmo número de pontos que o líder (Domant FC) com sete.

“Estamos cientes de que o terceiro classificado, Sporting de Cabinda, vai receber o líder da série, o Domant FC, mas não temos de olhar pelo que os outros podem fazer, porque tudo só depende de nós e vamos aproveitar a última jornada em casa, com uma vitória”, salientou.

Afirmou que tal pretensão alinha com o objectivo traçado inicialmente pela direcção do clube, que perspectivou disputar o Girabola2017 no seu ano de estreia em competição, sob a organização da Federação Angola de Futebol (FAF).Em cinco jogos disputados, o Santa Rita de Cássia FC somou duas vitórias, igual número de derrotas e um empate.A série A do Zonal de Apuramento ao Girabola/2017 é liderada pelo Domant FC do Bengo, com sete pontos, os mesmo que o Santa RitaFC do Uíge, na segunda posição, ao passo que as formações do Cabinda Sport Clube e  do Sporting de Cabinda ocupam a terceira e quarta posições, com seis e cinco pontos, respectivamente.


O técnico Emena Kuazambi, referiu que, a preparação da formação que orienta decorre a bom ritmo e os seus jogadores estão cientes que não podem defraudar durante o desafio. Frisou que, apesar do empate consentido na ronda passada diante do Cabinda Sport Clube, estão compenetrados a regressarem ao Girabola.

 “Sabemos que vamos jogar com o primeiro classificado da serie A e vai ser um jogo difícil, mas, o Sporting de Cabinda vai lutar até a exaustão para somar os três pontos. O empate que consentimos frente a formação do Cabinda Sport Clube está ultrapassado, agora, estamos focados no jogo da última jornada, em que as quatro equipas têm a possibilidade de ascenderem à Iª Divisão”, finalizou.