Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Estdio 22 de Junho ganha novo relvado

Paulo Caculo - 07 de Fevereiro, 2012

Minguito espreita a liderana do balnerio

Fotografia: Jornal dos Desportos

O estádio 22 de Junho, propriedade do Interclube, ganhou novo relvado, resultado das obras de reestruturação e melhoramento, em curso desde o passado mês de Novembro. A reestruturação da principal infra-estrutura de futebol do clube da Polícia inclui também a reforma dos assentos das bancadas e pintura geral. 

Durante o período de trabalhos, logo após o desfecho do Girabola’2011, especialistas efectuaram o corte do relvado antigo, substituindo-o por outro de melhor qualidade, tendo o novo tapete sido alvo de tratamento especial, beneficiando de sucessivas sessões de rega, que permitiram o seu rápido crescimento. Com uma imagem diferente daquela apresentada no final da época passada, em que o relvado se apresentava maltratado, fruto da carga de jogos. O facto do estádio 22 de Junho servir de local de treinos e de jogos dos bicampeões nacionais levou a comissão de gestão do Interclube, encabeçada pelo vice-ministro Ângelo Veigas, a colocar a reabilitação do relvado entre as prioridades de 2012.

Apesar de as obras estarem na fase final, é pouco provável que o plantel de António Caldas tenha disponível o estádio a tempo de efectuar o jogo da Supertaça, diante do Recreativo do Libolo, na abertura oficial da época. Os polícias elegeram como alternativa o estádio dos Coqueiros, local onde devem realizar também as primeiras jornadas do Girabola’2012. Durante o dia de ontem, Alexandre Canelas, um dos integrantes da direcção do clube, esteve a trabalhar no estádio com os engenheiros responsáveis pela sua reabilitação. Na ocasião, o responsável manteve uma conversa demorada com os especialistas, próximo do novo tapete verde.  

Após a conclusão das obras, uma Comissão de Inspecção da Federação Angolana de Futebol (FAF) deve proceder à avaliação das condições do estádio, no âmbito dos programas de vistoria às infra-estruturas que vão albergar os jogos do Campeonato Nacional da I Divisão, Girabola’2011, e da Liga dos Clubes Campeões Africanos. A Comissão de Inspecção da FAF é constituída por membros dos Conselhos Técnico e Desportivo (CTD) e Central de Árbitros (CCA), entidades ligadas à Polícia Nacional (PN), ao Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC) e à Cruz Vermelha de Angola (CVA).


Pré-época do Interclube
decorre na África do Sul


O plantel do Interclube cumpre, desde ontem, a terceira semana de estágio pré-competitivo na África do Sul. Em Joanesburgo, os “polícias” preparam a equipa visando os compromissos com a Supertaça, Girabola, Taça de Angola e Taça da Confederação (CAF). Durante os 21 dias de estágio, a equipa liderada pelo técnico António Caldas tem realizado jogos particulares com clubes de topo do campeonato local, a exemplo do Kaizer Chiefs, Supersport United e Sundowns.

A presença do ex-futebolista Joni na equipa técnica representa uma das grandes novidades no plantel do Interclube, que se reforçou com o médio Sotto Maior, ex-FC Bravos do Maquis, Tiquinho (ex-Alzira de Espanha), Diego (ex-Leixões de Portugal), Daniel Lara (Benfica de Luxemburgo), Massinga e Kialunda, ex-Recreativo da Caála, Toy (Recreativo do Libolo), Mendinho, Bobista, Baresi (Nacional de Benguela) e Luís Claudio (ex-FC Bravos do Maquis). Nuno (ex-Petro de Luanda) e Bebé (ex-FC Bravos do Maquis) regressaram à “casa”. Pedro Henriques, Zé Augusto e Capuco não renovaram o contrato com a direcção da equipa da Polícia por falta de acordo, ao passo que Jussane, Nuno Fonseca, Joãozinho, Laurentino e Mauro foram dispensados. O avançado Patrick foi cedido, por empréstimo, ao FC Bravos do Maquis.

À semelhança da época transacta, os bicampeões nacionais voltam a estar engajados em quatro competições. A conquista do título do Girabola’2012 representa um dos grandes desafios assumidos pelo Interclube, que procura também chegar ao troféu na Supertaça e Taça de Angola. Nas afrotaças, os polícias carregam como objectivo a melhoria da terceira posição alcançada no ano passado. PC


Minguito pode recuperar
a braçadeira de capitão

Minguito pode voltar a liderar o balneário do Interclube. O proeminente médio dos “polícias” espreita a recuperação da braçadeira de capitão, perdida o ano passado para o antigo colega Pedro Henriques. A dispensa do ex-avançado dos “polícias”, que até à saída do clube era o capitão de equipa, deixou em aberto a possibilidade do influente médio voltar a envergar a braçadeira, ultrapassada que está a penalização, por alegados factores disciplinares.

O facto de Minguito ter contrato com o Interclube até Dezembro de 2013 e de gozar de enorme visibilidade no plantel de António Caldas,pode influenciar na indicação do jogador para novo líder do balneário. Em compensação, espera-se que o médio esteja em alta na época que se avizinha. As exibições de Minguito na época transacta não ajudaram a “encher os olhos” dos adeptos, embora o jogador tivesse deixado a imagem de estar próximo da sua melhor forma física. Uma lesão antiga pesou na qualidade das exibições do médio.

Os adeptos aguardam, de resto, com alguma ansiedade o regresso da equipa da África do Sul, para a posterior cerimónia de apresentação do plantel, que deve acontecer a 24 do corrente. Refira-se que António Caldas trabalha com um grupo de 30 jogadores, destacam-se os guarda-redes Tsherry e Mário, os defesas Paty, Kito, Fissi, Pingo, Joel, Hernâni e Fabrício, os médios Messi, Daniel, Nary, Alex, Minguito e os avançados Manucho Barros e Moco. PC