Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Estudantes espreitam triunfo da manuteno

Jlio Gaino, em Benguela - 29 de Fevereiro, 2020

Plantel libolense continua a no certar nas ltimas jornadas do campeonato nacional

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

A Académica do Lobito está pronta para receber e vencer ao Ferrovia do Huambo, em partida pontuável para a 22ª jornada do GirabolaZap, aprazado para amanhã, a partir das 15h30’, no estádio do Buraco.
Os estudantes buscam a primeira vitória, em casa, no arranque da segunda volta pelo que no desafio deste domingo, esperam acabar com o enguiço e, em definitivo, consolidarem o processo da manutenção na primeira divisão.
Em declarações exclusivas ao Jornal dos Desportos, o técnico principal da formação lobitanga, Águas Zeca da Silva, afirmou que tem a máquina afinada para carburar e proporcionar à alegria aos adptos da Académica que, há muito deixou de vibrar pelas conquistas. Nas duas últimas partidas da segunda volta que realizou, na condição de anfitriã, perdeu um e empatou outro, ou seja, ainda não ganhou.
“Estamos em dívidas com a nossa massa apoiante. Espero que, no domingo, as coisas se encaixem e a vitória seja um facto. Trabalhámos a pensar neste jogo que, se tudo correr bem, pode servir de trampolim para regressarmos às vitórias”, sublinhou.
Reconheceu que a sua equipa vai defrontar um adversário galvanizado com os resultados surpreendentes, empate com o campeão e vitória frente Libolo, ao contrário dos estudantes que perderam na deslocação ao Dundo (Lunda Norte), para o Sagrada Esperança, por 2-4.
O professor dos estudantes admitiu que os resultados do Ferrovia nesta etpa crucila da competição coloca de sobreaviso os demais adversários, estando a Académica entre os visados, como fez questão de reconhecer, quando abordado a propósito.
“Estamos a seguir o evoluir competitivo da equipa treinada pelo professor João Pintar. E, por aquilo que é a sua forma de estar no futebol, não me surpreende. Por isso, estamos precavidos e cientes de que, apesar de jogarmos em nossa casa, não vai ser tarefa facilitada pelo adversário que sabe que, no mínimo, vem para não perder”, atirou.
Em caso de triunfo sobre a formação do planalto central, os lobitangas chegam aos 32 pontos e cimentam o processo da manutenção na primeira divisão, um objectivo inicial traçado pela direcção, como fez questão de referenciar Águas da Silva, apesar de chamar para si o favoritismo na contenda.
“Temos tudo a nosso favor para pensarmos única e simplesmente na conquista dos três pontos. Outro resultado diferente, não interessa para os nossos propósitos”, assegurou o treinador da Académica do Lobito que, para o desafio de amanhã, pode apostar em Nsesani; Depaiza, Lito Kapunji, Libero, Jerry e Sozito; Manomano, Lindala (ou Cláudio Sozinho) e Vander; Adó Pena e Odilon.