Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Estudantes fazem os deveres para irem a Luanda ganhar ao Petro

Jlio Gaiano, no Lobito - 18 de Abril, 2015

Acadmica do Lobito confiante na vitria frente aos tricolores no seu reduto

Fotografia: Jornal dos Desportos

O técnico da Académica do Lobito, Ekrem Asma, garantiu que a equipa não vai vacilar amanhã, no Estádio 11 de Novembro, diante das oportunidades que surgirem ao longo da contenda com o Petro-Atlético de Luanda, pontuável para a nona jornada do Girabola.

“Se nos deixarem, vamos aproveitar ao máximo as oportunidades que surgirem e chamar para nós a merecida vitória, já que é no aproveitar que está o ganho. O resto é conversa fiada”, disse.

À entrada da nona jornada, as duas equipas estão distanciadas de três pontos. A formação da Académica do Lobito, nono classificado, tem nove pontos, enquanto o Petro de Luanda soma 12 pontos. Em caso de um triunfo lobitanga, os petrolíferos da capital são alcançados na quinta posição da tabela classificativa. “É difícil, mas não impossível”, parafraseando o técnico da formação lobitanga, Ekrem Asma, visivelmente confiante.

Se analisar a lógica das estatísticas das jornadas já realizadas, o ataque da Académica do Lobito é o mais concretizador (11 golos) em comparação com o do Petro-Atlético que, apesar de ter um jogo por realizar, apenas marcou sete golos, numa clara alusão de que seus dianteiros são menos ofensivos para com os adversários.
O facto pode ser bem explorado pelos pupilos do professor Ekrem Asma, que acreditam num triunfo e assim, cimentar a confiança do grupo que tem como meta, atingir os 35 pontos, tantos quantos se acreditem bastar para se manter no Girabola.

Os tricolores do Eixo-viário vêm de um empate (1-1) diante do Recreativo do Libolo, em casa deste. Na verdade, é um resultado moralizador, pelo facto de acontecer fora do seu reduto, tanto mais que o adversário em causa é o campeão nacional em título. É nesta perspectiva que o técnico da Académica do Lobito coloca a  equipa de sobreaviso.

No entender de Ekrem Asma, o Petro é sempre o Petro, merece todo o respeito e muita consideração, pelo que ao defronta-lo deve-se pugnar pela eficácia e evitar erros desnecessários. Ou seja, todo o cuidado é pouco para, no mínimo, não perder o jogo.
JÚLIO GAIANO- Lobito