Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Estudantes refinam estratgias

Jlio Gaiano , no Lobito - 07 de Maio, 2015

A Acadmica do Lobito aguarda o Progresso da Lunda Sul para o confronto da 12 jornada do Girabola

Fotografia: Jos Soares

A Académica do Lobito aguarda o Progresso da Lunda Sul para o confronto da 12ª jornada do Girabola, domingo, às 15h30, no Estádio do Buraco, que espera albergar cerca de oito mil espectadores.

A equipa técnica ensaia mecanismos e forças porque no domingo o objectivo passa unicamente pelo triunfo e assim continuar entre os  dez  melhores  da classificação, onde espera continuar.

O desafio está rodeado de maior interesse para os estudantes que vêm de um resultado negativo, na sua deslocação a Luanda, onde perderam para o ASA, por 1-3.

A tarefa afigura-se difícil para os lobitangas que defrontam um adversário derrotado na passada jornada e que vem ao Lobito para, no mínimo, não perder.

À semelhança dos lobitangas, os lundas vêm de um resultado negativo. Perderam para o Libolo, por 0-1.

Por isso, é normal que venham ao Lobito para, no mínimo, não perderem. Ou seja, dificultar ao máximo os intentos dos anfitriões e redimir-se do desaire sofrido em casa, e nada melhor do que fazê-lo no reduto alheio.

À entrada da 12ª jornada, as duas equipas estão distanciadas por dois pontos (13-15), estando a formação da Académica do Lobito (10ª) a três posições abaixo do Progresso da Lunda Sul (7ª).

Os estudantes revelam-se mais ofensivos que os seus oponentes.

Ao fim de 11 jornadas disputadas, já marcaram 16 golos contra 12, um facto que pode servir de tónico para garantir os três pontos e festejar com a sua massa apoiante.

Permanência
Direcção reafirma meta


A direcção da Académica Petróleos Clube do Lobito definiu como objectivo primário a manutenção da equipa no Girabola, tendo por isso engendrado para a campanha futebolística o alcance dos 35 pontos iniciais, como condição para se manter no Girabola.

Para a maioria dos lobitangas é uma meta alcançável, desde que o elenco directivo liderado pelo empresário Luís Gonçalo Borges continue a exercer o seu verdadeiro papel de gestor, uma vez estarem criadas as condições técnicas desportivas, segundo garantias dadas pelo professor Ekrem Asma.

“Temos uma equipa forte do ponto de vista competitivo. Sabe estar em campo e pratica um futebol capaz de fazer frente a qualquer adversário do Girabola. Porém, espero que continuemos nesta senda e que no futuro consigamos formar uma equipa forte e determinante para os desafios mais promissores”, revelou.

Na sessão de trabalho realizado ontem a equipa técnica liderada pelo turco-germânico Ekrem Asma privilegiou a técnica e a táctica. A vertente psicológica dominou grandemente nas sessões, que culminaram com uma peladinha em campo reduzido.
JÚLIO GAIANO, no Lobito