Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Estudantes revelam cansao

Jlio Gaiano, em Lobito - 27 de Março, 2015

Estudantes do Lobito contam com o apoio dos seus adeptos em todos jogos

Fotografia: Jos Soares

Disputadas apenas seis jornada do campeonato nacional, o plantel da Académica do Lobito começa a revelar algum cansaço e a equipa deixou de ser a mesma em termos competitivos, o que tem influenciado nos últimos resultados no Girabola.

O Jornal dos Desportos constatou que a falta de um preparador físico à altura e um psicólogo, pode estar na base da fraca prestação nos últimos dois últimos jogos, em que o grupo denotou alguma falta de motivação e garra em campo.

Na ausência de um preparador físico, Ernesto Kotelelo “Cotel”, adjunto de Ekrem Asma assume a responsabilidade, mas de forma  empírica, quando devia ser entregue a um técnico formado nesta área face a complexidade deste trabalho.

Para algumas pessoas contactadas, a direcção do clube não tem encarado o assunto com  seriedade. "Existem na cidade de Benguela muitos pessoas com formação nesta área e que podiam estar a trabalhar na equipa técnica", comentaram.

O clima de insatisfação na cidade do Lobito começa a atingir níveis preocupantes e os adeptos estão a exigir já responsabilidades a quem de direito. "A situação é preocupante e algumas pessoas têm que responder por tudo que está acontecer", desabafou um dirigente que não quis ser identificado.

Algumas pessoas questionam o “prematuro” regresso da Académica do Lobito ao Girabola, quando a própria direcção assumiu o regresso à maior prova futebolística nacional apenas em 2016.

Na altura, evocava-se a necessidade de se reestruturar as áreas administrativas e desportivas do clube, que acabava de sair de uma situação inoperativa e precisava de uma reestruturação urgente.

Os benguelenses, lobitangas e todos que se identificam com o clube que representa a província esperam que as autoridades púplicas e privadas, locais e de outras regiões, prestem o seu total apoio de foma permanente à equipa que iniciou o campeonato, imponto uma derrota ao grande clube que é o 1º de Agosto. Só desta forma evitirá a descida da primeira divisão.


RESULTADOS
Chuva afunda
equipa no Buraco


Em conversa com alguns dirigentes e membros da equipa técnica, os mesmos lamentam o facto de na Académica do Lobito estar a reinar a confusão.

A estratégia montada inicialmente foi quebrada, restando apenas que as coisas venham à superfície para que a opinião pública desportiva se aperceba do que, na verdade, está a acontecer no formação do Buraco.

“Existe uma autêntica confusão na Académica do Lobito e como se não bastasse, surgiu a chuva para piorar ainda mais a situação e inundou o estádio e toda a área administrativa do clube", deploram os lobitangas.

Apesar de terem tudo em dia (salários, prémios de jogos e outros incentivos materiais e morais),  a equipa não tem sabido corresponder às expectativas dos adeptos, dos sócios e da direcção”, contou um dos responsáveis afecto ao grémio da cidade do Flamingo.