Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Fabrcie Fosso entra a marcar

Augusto Panzo - 13 de Julho, 2016

Fabrice Fosso um dos reforos adquiridos pela direco do Atltico Sport Aviao

Fotografia: Jos Soares

O ponta-lança camaronês Fabrice Fosso, um dos reforços adquiridos pela direcção do Atlético Sport Aviação (ASA), estreou-se da melhor forma no conjunto do aeroporto, ao apontar o seu primeiro golo no Girabola Zap 2016, tento que ditou a vitória sobre a Académica do Lobito, na partida alusiva à 16ª jornada do campeonato.

Essa postura demonstrada pelo atleta, justifica claramente a preocupação manifestada pelo treinador José de Carvalho "Corola", no final do jogo diante do Recreativo do Libolo, pontuável para os oitavos de final da Taça de Angola, quando o referido técnico disse que a utilização destes jogadores ia dar outra dinâmica ao ASA.

"Projectámos uma segunda volta com optimismo. Infelizmente, não podemos ainda contar com todos os nossos reforços, por haver alguma situações a serem equacionadas. Os jogadores que estão connosco a trabalhar vão dar outra qualidade à equipa. Esperamos que a entrada desses reforços venha agregar mais qualidade ao ASA", afirmara no momento o treinador José de Carvalho.

O posicionamento de Corola foi reforçado, com o primeiro golo de Fabrice Fosso no Girabola, que serviu também para o ASA somar mais três pontos e dar um ligeiro, mas importante salto na tabela classificativa.

Já naquela altura o treinador José de Carvalho "Corola"  lançou um alerta sobre o seria o ASA nesta segunda volta do Girabola Zap 2016, quando se referiu àquilo que era a prestação do seu conjunto neste turno complementar da competição. 

"Por aquilo que puderam acompanhar, com relação a prestação da minha equipa, fica aqui um aviso sério sobre aquilo que vai ser o ASA, na segunda volta do Girabola. E nós temos plena consciência e acreditamos que os resultados vão aparecer", disse na ocasião o treinador dos aviadores.

Proveniente de uma equipa, pouco conhecida pelos angolanos nas lides futebolísticas continentais, o Apejes dos Camarões, Fabrice Fosso faz parte de um grupo de dois estrangeiros adquiridos pela direcção do ASA presidida por Elias José, para reforçar o plantel daquele conjunto. O outro é o togolês Sérge Seko, que actua na posição de médio ofensivo.

TREINOS
Aviadores preparam
recepção aos "lundas"


O Atlético Sport Aviação (ASA) efectua a partir das 9h00 de hoje, no seu campo, a segunda sessão de treinos, com vista a aprumar-se da melhor forma, para a recepcionar o Progresso da Lunda Sul no domingo, dia17 do corrente mês, no Estádio dos Coqueiros.

O treinador dos aviadores está consciente das dificuldades a enfrentar diante do conjunto que vem da cidade do Saurimo, em função dos resultados positivos que soma na prova, o que lhe confere uma situação classificativa confortável.

José de Carvalho "Corola" procurar corrigir as falhas no seu plantel, para dar a solidez essencial que possa travar uma possível fúria atacante do adversário durante o jogo.

"Viemos ajudar a equipa"

 Os reforços estrangeiros adquiridos pelo ASA, para o plantel na segunda volta do Girabola Zap 2016, começaram a realizar os primeiros treinos pela nova equipa nos meados do mês de Maio, num total de três, dos quais dois camaroneses (Fabrice Fosso e Carlain Manga Mbah) e um togolês (Sérge Seko).

Na ocasião, os três reforços entrevistados pelo Jornal dos Desportos, a respeito do que  podia esperar-se deles quanto à prestação, caso fossem apurados para integrar o plantel aviador.

O ponta -de -lança deixou bem clara a intenção de dar um grande impulso ao ASA, quando afirmou naquela breve intervenção, que a presença dos três cá, em Angola, não faz parte de um simples passeio.

"Estamos satisfeitos por sermos escolhidos pela direcção do ASA para tentarmos a nossa sorte cá em Angola. Nós não viemos fazer um passeio turístico. Fomos contratados pela direcção, para demonstrarmos o quanto sabemos fazer, no que diz ao futebol. Viemos para ajudar o ASA", afirmara Fabrice Fosso.

O jogador disse que não temia a concorrência dos opositores de posição, porque,estava crente nas suas capacidades. "Em qualquer equipa, existe sempre uma concorrência. Quando vamos a uma determinada equipa, devemos estar preparados para isso", sublinhou.

"Acho que cada um tem de confiar nas suas capacidades, para convencer a equipa técnica. E eu estou nesse grupo de pessoas que tem fé nas suas aptidões", assegurou o novo reforço do ASA", acrescentou.

Dos três jogadores presentes nos testes, a equipa técnica, muito atenta, decidiu que fosse apurados, para engrossar o conjunto aviador, o camaronês Fabrice Fosso e o togolês Sérge Seko. Apenas decidiram  preterir o atleta  camaronês Carlain Manga Mbah.
AUGUSTO PANZO