Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

FAF impede Sagrada de efectuar novos contratos

Augusto Panzo, Cacuaco - 18 de Novembro, 2019

Dvida com atletas est na base da punio federativa

Fotografia: Paulo Mulaza | Edies Novembro

O Grupo Desportivo Sagrada Esperança da Lunda - Norte está impedido de efectuar novos contratos com qualquer jogador, nas próximas épocas, enquanto não saldar as dívidas que tem com alguns atletas, que manifestaram a sua inquietação junto dos órgão reitor da modalidade no país.
Ao abrigo do artigo nº 34º do Regulamento de Disciplina da FAF, os diamantíferos pelo facto de não terem ressarcido até ao momento as dívidas contraídas com alguns dos seus antigos jogadores, foram penalizados com a referida sanção.
Em causa estão as dívidas para com os atletas, Allentua Tangala Rolli, Emmanuel Paulo João, Gabriel Tetela Chilonga e Mariano Ribeiro Luvunga, indicados como reclamantes em processos junto do órgão federativo.
A resolução consta do Comunicado Oficial nº 046/SG/19, datado de quinta-feira, dia 14 de Novembro do corrente, em que a FAF considera o clube diamantífero como incumpridor das suas deliberações, constantes nos comunicados nº 002/SG/19, 003/SG/19 e 005/SG/19, ambos, dos dias 10, 17 e 31 de Janeiro de 2019.
Para além do impedimento a que se vai sujeitar a equipa verde e branca da Lunda - Norte, terá ainda de pagar uma multa em kwanzas, equivalente a 1,300 dólares norte-americanos, em consonância com o artigo 60º do Regulamento de Disciplina da Federação Angolana de Futebol.