Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

FAF impede tcnicos de orientar nos jogos

28 de Outubro, 2019

"Por haver incumprimentos na questo, a FAF impedir que os tcnicos dos clubes referenciados permaneam nos bancos de suplentes, enquanto no apresentarem os requisitos que os habilita a exercerem a funo", l-se no comunicado da FAF.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Nove treinadores envolvidos na presente edição do Girabola Zap vão ser impedidos de orientar as respectivas equipas durante os jogos do campeonato, em virtude de não terem a qualificação resolvida junto da Associação de Treinadores de Futebol de Angola (ATEFA), fez saber a FAF, através do seu comunicado oficial nº 43.
Entre os técnicos considerados pela FAF como irregulares destacam-se Bruno Ribeiro, do Interclube, Mário Soares, Desportivo da Huíla, Kito Ribeiro, Progresso do Sambizanga e Hélder Teixeira, do Recreativo da Caála. Encontram-se na mesma condição os treinadores do 1º de Maio de Benguela, António Coimbra, Ferrovia do Huambo, João Pintar, Santa Rita de Cássia, Marco Chivinda, Cuando Cubango FC, Albano César e do Sporting de Cabinda, Emena.
A federação reitera, no mesmo comunicado que vimos citando, a obrigatoriedade de os técnicos que têm contrato com os clubes nacionais regularizar as respectivas qualificação profissional junto da ATEFA, de formas a que lhes seja emitida uma declaração para o posterior credenciando da FAF, sob o risco de serem impedidos de sentar-se no banco durante os próximos jogos do campeonato. O prazo para a regularização deste impasse, segundo ainda a federação, terminou no passado dia 30 de Setembro do ano em curso.
\"Por haver incumprimentos na questão, a FAF impedirá que os técnicos dos clubes referenciados permaneçam nos bancos de suplentes, enquanto não apresentarem os requisitos que os habilita a exercerem a função\", lê-se no comunicado da FAF.