Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

FAF suspende Saki Amisi por dois anos

20 de Maio, 2015

Plantel do Progresso v o seu plantel reduzido com a sanso imposta pela federao

Fotografia: Jos Cola

O Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (FAF) suspendeu, por um período de dois anos, de toda a actividade desportiva e multou em 50 mil kwanzas o jogador Saki Ndaka Amisi, do Progresso do Sambizanga, por falsificação de documentos.

De acordo com um comunicado a que a Angop teve acesso, o atleta foi impedido de se inscrever na secretaria da FAF como cidadão angolano, por ter adquirido de forma fraudulenta o Bilhete de Identidade.

O documento indica ainda que o jogador em causa só podia inscrever-se no órgão reitor do futebol nacional com a sua nacionalidade originária ou adquirida, nos termos da legislação em vigor em Angola.

De acordo com o mesmo comunicado, o Conselho de Disciplina ordena ao 1º de Agosto a pagar uma compensação financeira no prazo de 30 dias pela formação do jogador Bernardo Fernando Pataca da Silva, ao Rodoviário de Luanda.

O médio trinco, de 23 anos, permaneceu quatro épocas no Rodoviário, onde iniciou a sua carreira futebolística e assinou o primeiro contrato desportivo não amador com o 1º de Agosto, em 9 de Maio de 2008, aos 18 anos. 

Depois da passagem pela formação rubra e negra nos escalões de juniores e seniores, rumou para o Kabuscorp do Palanca e joga actualmente no Recreativo do Libolo.

O Conselho de Disciplina puniu também com uma multa no valor de 100 mil kwanzas o FC Bravos do Maquis pelo comportamento dos seus simpatizantes no jogo com o Progresso da Lunda Sul, no Estádio Municipal das Mangueiras, na partida pontuável para a oitava jornada da 37ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola.