Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Federao repesca Wiliete Sport

03 de Agosto, 2019

Clube huilano suspenso por dois anos de provas sob organizao da Federao

Fotografia: Dr

A Federação Angolana de Futebol (FAF) repescou a formação do Wiliete Sport Clube de Benguela para o Girabola Zap 2019/2020, para suprir a vaga deixada pela equipa do Benfica do Lubango, que anunciou a sua desistência na competição por razões financeiras. A decisão consta do Comunicado Oficial nº 31/SG/19, de 1 de Agosto do corrente. “O Clube Sport Lubango e Benfica apresentou em ofício dirigido à FAF, comunicando a sua desistência do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª Divisão. Havendo necessidade de se preencher o quadro regulamentar e em conformidade com o artigo 6.3 do Regulamento do Girabola Zap, foi o Wiliete Sport Club de Benguela convidado a substituir o Benfica do Lubango. Nestes termos e porque o clube ora convidado respondeu positivamente ao convite e demonstrou cumprir as exigências do Licenciamento de Clubes, a FAF autorizou a respectiva substituição”, lê-se no comunicado. O órgão reitor do futebol nacional, segundo o mesmo comunicado, aplicou ao clube desistente (Benfica do Lubango) a sanção de suspensão por um período de dois anos sem participar em nenhuma competição sob a égide dessa instituição, bem como o correspondente pagamento de uma multa no valor de um milhão de kwanzas. Na mesma nota, o Conselho Técnico e Desportivo da FAF lembra às APF e clubes que na presente época desportiva de 2019/2020 continua a ser obrigatório o requisito dos técnicos de futebol possuírem no mínimo a Licença (C), emitida pela CAF e a declaração passada pela Associação de Treinadores de Futebol de Angola (ATEFA), na qualidade de parceira da Federação. Assim, com a entrada em cena da equipa do Wiliete Sport Clube de Benguela este ano no Girabola Zap, cujo clube é presidido pelo antigo dirigente proletário Wilson Faria, a província de Benguela passa a ser a segunda mais representada na referida prova, agora com três clubes,  as outras duas são a Académica do Lobito e o Estrela Clube 1º de Maio.
O Jornal dos Desportos contactou, ontem, na cidade de Benguela, uma fonte do Wiliete Sport Clube  para abordar o assunto, esta garantiu que foi oficializado a “repescagem” para a prova maior do futebol nacional, a direcção do grémio, na voz do seu presidente, Wilson Faria, pode fazer sair um comunicado, em que deve abordar todo o processo e estratégias a definir para o Girabola Zap 2019/2020, dados os objectivos e preceitos a adoptar ao longo da campanha. O nosso jornal soube da fonte de que fazemos alusão, que em função deste novo desenvolvimento, a direcção do Wiliete SC de Benguela contratou o professor Agostinho Tramagal para conduzir os destinos da equipa principal, de resto vai contar com grande parte de jogadores que competiram no torneio de apuramento, vulgo Segundona, nomeadamente, Ndungula (defesa), João Vala, Patrick (médios), Geovani e Calú (atacantes), tidos como certos na Académica do Lobito. O Petro de Luanda vai ser o seu primeiro visitante, caso a direcção liderada pelo jovem bancário Wilson Fernando Faria não protelar a estreia na mais alta-roda do futebol nacional.