Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Ferrovia caa de reforos na reabertura do mercado

Justino Victorino - Huambo - 23 de Novembro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A equipa do Ferrovia do Huambo, 13º classificado do Girabola Zap, pretende reforçar o plantel na reabertura do mercado de transferências, de formas a permanecer na maior prova do futebol nacional.
O técnico principal da equipa, João Pintar da Silva, reconhece que o actual plantel não tem grandes referências que permitam lutar pela permanência na competição, razão pela qual solicitou à direcção do clube a contratação de novos jogadores.
“Precisamos de jogadores para reforçar o nosso plantel. Neste momento, não temos jogadores para dispensar, falar de reforços é para quem tem valores financeiros e o clube Ferrovia do Huambo não dispõem desses recursos,” reconheceu.
O treinador recordou, que a direcção do clube está a fazer contactos para pedir às equipas de referências, a cedência de jogadores poucos utilizados.
A título de exemplo, citou o Petro de Luanda, 1º de Agosto, Bravos do Maquis, Académica do Lobito, Recreativa da Caála e outras equipas que podem ser valiosas na cedências dos reforços que pretendem.
Afirmou, existir boa vontade, por parte dos presidentes destas equipas, em dispensarem àqueles jogadores que são poucos utilizados. “E, não só, a direcção do Ferrovia, tem estado a bater à porta desses clubes, pois, existem boas relações de amizade para com os presidentes dos clubes acima citados”, revelou.
João Pintar apontou que a sua equipa, ambiciona trabalhar com a juventude e não com velhas guardas, “sobretudo, aquela que apresenta uma faixa etária que permite correr os 90 minutos”, declarou.