Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Ferrovia do Huambo ascende ao Girabola Zap

20 de Maio, 2019

O Ferrovia do Huambo, apesar do ligeiro domnio

Fotografia: Edies Novembro

O Ferrovia do Huambo ascendeu sábado último, pela primeira vez na sua história, ao Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola Zap, fruto da vitória caseira sobre o Wiliete Sport Clube de Benguela (1-0), golo de Rodrigo, para a 15ª jornada do Zonal de Apuramento à Primeira Divisão.  A faltarem três jornadas para o fecho da competição, os “locomotivas” reforçaram a sua condição de líderes, com 27 pontos, mais seis que o Benfica do Lubango, que folgou por força de calendário.

A jogar diante dos seus adeptos, o Ferrovia do Huambo, apesar do ligeiro domínio, não teve tarefa fácil, já que os forasteiros estiveram bem nas acções defensivas, anulando todas as investidas contrárias.Assistiu-se, durante a primeira parte, a um jogo equilibrado e intenso, mas com poucas oportunidades de golo, já que os avançados de ambas equipas tardavam em acertar o alvo, principalmente os “locomotivas”.

A toada de jogo manteve-se até aos primeiros 20 minutos da etapa derradeira, sendo que os minutos seguintes foram de ascendente dos donos de casa, que passaram a chegar mais vezes à área adversária.Fruto desta postura, aos 75 minutos, Tchabalala, dentro da grande área, desperdiçou a maior oportunidade de golo do encontro, embora minutos antes Paulo e Mário tivessem obrigado o guarda-redes contrário a defesas arrojadas.

O golo do Ferrovia do Huambo aconteceu aos 90 minutos e foi apontado por Rodrigo, ao desviar, dentro da pequena área, um passe de Tchony.Fundada em 1930, a equipa do Caminho de Ferro de Benguela, que chegou a ser vice-campeã em 1974, no campeonato colonial, vem tentando subir de divisão desde 2017.