Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Foi uma vitória saborosa

18 de Setembro, 2017

Técnico do Desportivo enaltece a atitude dos seus atletas

Fotografia: SANTOS PEDRO| EDIÇÕES NOVEMBRO

O Girabola Zap2017, à medida que caminha para o término, surgem equipas a fazerem contas, de calculadora na mão. Se a disputa do título está  entregue a duas equipas, no despique para a despromoção, a luta continua renhida.  O treinador principal do Desportivo da Huila, Mário Soares, considerou na cidade do Uíge, após a vitória de 1-0 alcançada diante do Santa Rita FC,  jogo a contar para a 25ª jornada do Girabola, que o resultado é fruto de muito trabalho exercido nos treinos. O técnico qualificou na véspera, que era um jogo de capital importância para a permanência da sua equipa no Girabola, pois um triunfo ia catapultar os militares da Região Sul a uma posição cómoda na tabela classificativa, a quatro jornadas do fim da prova.

“Foi uma vitória saborosa, porque nós decidimos que cada jogo tinha que ser uma grande final, até que a situação da permanência do Desportivo da Huíla seja garantida”, sustentou em declarações à imprensa, no fim do jogo realizado no Estádio 4 de Janeiro.Sublinhou que dos 15 pontos por disputar, a sua equipa pretende buscar seis, com vista a terminar o campeonato com 37 pontos, de acordo com os objectivos inicialmente traçados.

“Vamos trabalhar. O que fizemos aqui, foi um exemplo do que pretendemos, sabíamos das dificuldades a encontrar neste jogo, diante de um adversário que se bate bem com qualquer equipa”, avaliou.Mário Soares lamentou o facto do ambiente no balneário da formação do Uíge não ser dos melhores,  reconheceu que pela qualidade do  futebol merecia estar numa posição mais tranquila.“ A alegria de uns, é a tristeza de outros. O Santa Rita não merece estar na posição em que se encontra, porque é uma equipa que sabe jogar bem, é uma pena,  o futebol tem dessas coisas”, deplorou.O Desportivo da Huila recebe na próxima jornada o Petro de Luanda, enquanto que o Santa Rita FC vai  deslocar-se ao reduto do Bravos do Maquis.

SANTA RITA FC
Técnico critica erros cometido


Hélder Teixeira, técnico do Santa Rita, mostrou-se inconformado com os \"erros infantis\" cometidos pelos seus futebolistas na derrota de 0-1, diante do Desportivo da Huíla.“Quando se cometem erros infantis, principalmente, o que originou o golo do adversário, paga-se caro, e notou-se que depois do golo a equipa desenquadrou-se por completo,  desabafou em declarações à imprensa, no fim do jogo realizado no Estádio 4 de Janeiro.

O treinador reconheceu que a derrota veio complicar as contas do Santa Rita FC, acrescentando que, vai trabalhar nas jornadas que faltam disputar, com vista a terminar o campeonato com dignidade.“Não compreendo até agora, o que realmente está por detrás, desta queda livre dos jogadores. É preocupante, porque a equipa jogou assim na jornada passada, e voltou a fazê-lo hoje”, desabafou Hélder Teixeira.Quando faltam cinco jornadas, para o término da prova, o Santa Rita FC continua na última posição, com 16 pontos, classificação que começa a comprometer as aspirações da equipa do Uíge.