Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Fraqueza defensiva trama Domant

02 de Julho, 2018

Treinador do grmio de Bula Atumba quer que a equipa seja mais forte no ataque

Fotografia: Santos Pedro | Edies Novembro

A fraqueza no sector defensivo foi apontada pelo treinador Manuel Mawete, do Domant FC de Bula Atumba, como a causa principal da derrota (3-2) da sua formação no duelo de sábado no Estádio Mundunduleno, no Luena, diante do FC Bravos do Maquis e referente à 20ª jornada do Girabola Zap 2018.
Apesar da derrota, segundo o técnico Manuel Mawete, os domantinos trabalharam bastante para regressarem aos bons resultados no campeonato nacional, em que o objectivo é a manutenção, mas a pouca capacidade defensiva do grupo às suas ordens não permitiu que isso acontecesse no jogo do Luena. 
O treinador do Domant FC assegurou, que não são só os erros do sector defensivo que originam as derrotas da equipa, no Girabola Zap 2018. Segundo Manuel Mawete, a falta de produtividade do ataque contribuiu igualmente para a “onda” de maus resultados do colectivo.
“Estamos a consentir numerosos golos e a marcar pouco, mas vamos trabalhar para ultrapassarmos esta fase”, disse.
O jogo de sábado foi bem disputado. Aliás, a diferença de resultado 3-2, espelha o desempenho dos dois conjuntos durante os 90 minutos.  A equipa de casa vinha de uma derrota frente ao Petro Atlético de Luanda (1-0), marcou o primeiro golo por intermédio de Chico, aos 11 minutos, ao passo que Careca, aos 25m e 39m apontou os outros tentos que garantiram os três pontos.
Os golos da formação do Domant FC foram marcados por intermédio de Mabululu, aos 17 minutos, numa jogada rápida que embaraçou a defesa adversária, e por Ritchi aos 69 minutos do desafio.
Com este resultado, a formação do Domant FC de Bula Atumba, que vinha de um empate a um golo no jogo com o 1º de Maio de Benguela, continua em penúltimo lugar da tabela classificativa com 15 pontos.
O Domant FC de Bula Atumba defronta na próxima jornada (21ª), no Estádio do Dande, a Académica Petróleos do Lobito, desafio que os domantinos vão fazer o pleno para começar à fuga da zona de despromoção.