Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Gelson supera equipas

Jorge Neto - 18 de Maio, 2016

Artilheiro do Campeonato Nacional tem mdia de um tento por jogo e soma mais golos que vrias equipas na competio

Fotografia: Jos Cola

O avançado Gelson do 1º de Agosto tem mais golos marcados em relação as oito equipas no Girabola Zap 2016, disputadas que estão 12 jornadas. Os militares têm um jogo em atraso  diante do Sagrada Esperança com quem jogam no próximo dia 1 de Junho. Com mais tentos apontados que o "matador" agostino estão apenas quatro formações e com os mesmos 11 tentos, apresentam-se somente três.  

Quando se fala muito da falta de eficácia da maior parte das equipas do Campeonato Nacional, o jovem avançado rubro -negro vem comprovar a estatística, que com 11 golos marcados já finalizou mais do que o ataque de várias equipas, inclusive o Progresso Sambizanga.

O ataque da formação sambila, oitava classificada, apontou oito golos, os mesmos que  o Progresso da Lunda Sul. Com nove tentos estão os conjuntos do Recreativo da Caála, 4 de Abril e Académica do Lobito. Os ataques menos finalizadores pertencem ao Sagrada Esperança da Lunda Norte e ao Porcelana FC do Cazengo com sete remates certeiros.

Com a mesma eficácia de Gelson, 11 golos, surgem os ataques do Petro de Luanda, Benfica de Luanda e do Atlético Sport Aviação (ASA). As equipas que superam o avançado do 1º de Agosto são quatro, designadamente, Recreativo do Libolo (19), Kabuscorp do Palanca (13), 1º de Maio de Benguela (13) e Desportivo da Huíla (12).

A veia goleadora do camisola 27 do 1º de Agosto contribui muito para os líderes do campeonato terem o melhor ataque do Girabola Zap, com 23 tentos, pois Gelson marcou quase metade dos golos da sua formação.

O avançado já ultrapassou o número de golos marcados na competição do ano passado, 10, estabelece um nove recorde pessoal e ambiciona mandar a bola para o fundo das redes das balizas adversárias, numa época por sinal muito especial para ele, devido a sua retirada no final do campeonato para o Sporting Clube de Portugal.

O jovem futebolista, em entrevista recente à imprensa, confirmou o objectivo de conquistar a artilharia do Girabola Zap 2016, um facto que era o primeiro da promissora carreira, além de sagrar-se campeão com os militares.

DÉRBI NO DOMINGO
Militares afinam a máquina 

A correcção dos erros cometidos no jogo com o Kabuscorp do Palanca na jornada anterior, em que perdeu por 2-0, atarefaram ontem de manhã no ex-RI 20, a equipa do 1º de Agosto no regresso à preparação para a recepção ao Interclube no domingo, às 18h00 no Estádio 11 de Novembro, pontuável para a 13ª jornada do Girabola Zap.

Depois de jogarem no domingo e folgarem na segunda-feira, os militares retomaram ontem a preparação com muito gás, trabalharam na correcção dos aspectos defensivos e na melhoria dos ofensivos.

O técnico bósnio Dragan Jovic quer ver uma equipa totalmente diferente da que defrontou os palanquinos, regressar à sua filosofia de jogo com um futebol apoiado, certo nas marcações, transições rápidas, lateralização das jogadas e uma finalização eficaz.O dérbi de domingo coloca frente-a-frente o primeiro e o segundo classificados do campeonato, daí as atenções redobradas no conjunto rubro -negro, que ambiciona regressar às vitórias.

Por outro lado, estão conscientes de que o adversário atravessa  bom momento em função das duas vitórias consecutivas diante de dois candidatos ao título, Benfica de Luanda e Petro de Luanda. Com isso, a formação orientada por Dragan Jovic está de sobreaviso quanto às motivações do conjunto da Polícia, que antes do início da prova lançou a candidatura à conquista do Girabola Zap 2016, competição que já venceu em duas ocasiões.

 O 1º de Agosto tem em mente que este é dos jogos que vale apenas a vitória, por  tratar-se de um adversário directo, depois de ter perdido para o Kabuscorp do Palanca, mas venceu os duelos com o Benfica de Luanda e  o Recreativo do Libolo, todos  concorrentes ao título.
JN