Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Gelson tenta recorde de Alves

Jorge Neto - 26 de Outubro, 2016

Gelson mostrou os seus objectivos nesta competição

Fotografia: Jornal dos Desportos

O avançado do 1º de Agosto e melhor marcador do Girabola Zap, Gelson, marcou por duas vezes em sete jogos, fez um hat-trick quando faltam dois desafios para o final do Campeonato Nacional. Além disso, deixou a marca com um tento em cinco encontros, mostrou a sua concentração e "sangue frio", no momento decisivo.

O jovem “matador” da formação militar tem em seu desfavor o facto de falhar quatro jogos esta época, por lesão, que possivelmente podiam servir para aumentar a sua conta  de finalizações, ou seja, o avançado jogou em 24 partidas, que dá uma média de um golo por jogo. Gelson mostrou os seus objectivos nesta competição desde cedo, ao bisar com o Progresso do  Sambizanga (2ª jornada), Académica do Lobito (4ª e 19ª jornadas), 1º de Maio de Benguela (11ª jornada), ASA (14ª jornada), Benfica de Luanda (16ª jornada) e Interclube (28ª jornada).

O único e o primeiro hat trick da carreira do jovem "prodígio" agostino aconteceu no clássico da 7ª jornada, no Estádio 11 de Novembro, diante do Recreativo do Libolo, actual campeão nacional e afastado da corrida ao título. Os adversários que foram recolher a bola no fundo da baliza, são o Benfica de Luanda (1ª jornada), Interclube (13ª jornada), Sagrada Esperança (23ª jornada), 1º de Maio de Benguela (26ª jornada) e Kabuscorp do Palanca (27ª jornada).

Contudo, há equipas que não sofreram nenhum golo apontado por Gelson, casos do 4 de Abril, Progresso da Lunda Sul, Recreativo da Caála, Porcelana FC, Desportivo da Huíla e Petro de Luanda.

Quando faltam duas jornadas para terminar o campeonato, há ainda a possibilidade e a expectativa no caso do goleador  marcar ao rival Petro de Luanda, algo que passava a ser  segunda vez na sua carreira, depois de fazê-lo no clássico de 2014, aos 44m, onde os militares venceram por 2-1.

Gelson está no encalço do recorde de golos desta competição, pertencente ao antigo avançado do 1º de Agosto, Carlos Alves, com  o registo de 29 tentos, estabelecido em 1980. Faltam seis tentos nas duas jornadas. Por outro lado, é o mais novo goleador da história do Girabola Zap, igualou os matadores como Amaral Aleixo e Flávio Amado, com 23 finalizações.