Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Geraldo abriu caminho com "chave de ouro"

Jorge Neto - 21 de Fevereiro, 2016

Havia uma grande expectativa entre os adeptos militares no novo camisola onze

Fotografia: Kindala Manuel

O médio ofensivo Geraldo estreou-se com "chave de ouro" no Girabola Zap ao marcar o primeiro golo do 1º de Agosto esta época, diante do Benfica de Luanda, e, ao mesmo tempo inscrever, o seu nome na longa lista dos marcadores das jornadas iniciais, na história do campeonato nacional da primeira divisão.

Havia uma grande expectativa entre os adeptos militares e não só sobre como seria o desempenho inaugural do camisola 11 e o jogador acabou por responder da melhor forma possível.

Os seus números durante o jogo atestam esta realidade que "encheu os olhos" dos apoiantes da formação rubro e negra, deixando antever ainda uma margem de progressão muito maior durante a presente época.

Geraldo falhou um golo, marcou (aos 49 minutos), viu o cartão amarelo (32´) sofreu uma falta de Savané que originou a expulsão deste (55´), e ainda cedeu o seu lugar a Mingo Bile (72´).

O golo marcado pelo camisola 11 na vitória dos agostinos diante da formação das águias, na sexta-feira passada, foi determinante para o triunfo da equipa, pois apesar de Gelson aos 81 minutos ter deixado também a sua marca, na realidade é que o tento de Geraldo bastou para confirmar os primeiros três pontos na competição, em face do resultado final de 0-2.

Emocionado no final do jogo o médio ofensivo mostrou-se feliz por ter conseguido ajudar a sua equipa a vencer o primeiro jogo.

"Estou muito feliz por ter ajudado a equipa a ganhar este jogo frente ao Benfica e também por ter marcado um golo. Sabemos que virão outros jogos difíceis, porque é um campeonato difícil, mas vamos continuar a trabalhar para voltar a dar alegria aos nossos adeptos", disse o jogador.

Neste sentido Geraldo foi o único reforço contratado este ano que alinhou no onze inicial sob o comando do técnico Dragan Jovic, apesar de Milambo ter entrado no segundo tempo, substituindo Buá aos 84´, e Patrick ter sido convocado, mas não saiu do banco de suplentes.