Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Geraldo recupera para jogo com o ASA

Jorge Neto - 27 de Outubro, 2016

Geraldo que foi baixa no plantel militar diante do Interclube

Fotografia: Jornal dos Desportos

Depois de falhar os últimos dois jogos por lesão, o médio ofensivo do 1º de Agosto, Geraldo, está recuperado e integrou já o grupo de trabalho para o dérbi com o ASA, referente à 29ª jornada e  penúltima do Girabola Zap.

O terceiro melhor marcador, do clube líder do campeonato, com sete golos, sofreu uma contusão no ligamento colateral do joelho esquerdo,  integrou já nesta semana o colectivo, colocou-se à disposição da equipa técnica, liderada por Dragan Jovic, para o importante desafio rumo à conquista do título.

Geraldo que foi baixa no plantel militar diante do Interclube e do Kabuscorp do Palanca, volta a estar disponível para ajudar os rubro - negros a manterem-se na senda de vitórias, ante um adversário sedento de pontos para evitar a despromoção.

Cumprido que foi o período de recuperação, com um certo rigor, sob o olhar atento do fisioterapeuta da equipa de acordo o programa estabelecido, baseada no treino de ginásio e algumas corridas em volta do relvado, à margem da preparação do grosso do colectivo, o canhoto recebeu 'alta' e reforça o plantel.

O Jornal dos Desportos apurou que a condição física do camisola 11 não constitui grandes preocupações, pode ser convocado para o desafio de sábado, caso o jogador não tenha nenhuma recaída.

Na primeira volta, Geraldo marcou na vitória, por 3-0, e Gelson bisou, talvez seja esta uma das razões da motivação do jogador em marcar presença no dérbi, aliado ao facto de ser decisivo na corrida para conquista do campeonato.

Em caso de vitória, os agostinos ficam  a um ponto de levantar o troféu,  podem festejar se o rival Petro de Luanda perder pontos no jogo com o Benfica de Luanda, um cenário aguardado com grande ansiedade nas hostes militares.

O ambiente que se vive no balneário rubro - negro é de total confiança, não apenas pelos resultados alcançados nas últimas quatro jornadas, mas acima de tudo, pelas exibições realizadas em que venceram e convenceram os adversários.

A disposição, crença e a confiança no ex-RI20 é partilhada a todos os níveis, desde a direcção, equipa técnica, jogadores e adeptos, que diariamente ocorrem ao campo de treinos para emprestarem o calor aos seus ídolos.

O desafio diante dos aviadores é considerado como mais uma autêntica final,  estão a ser acauteladas todas as situações de jogo, para que nada falhe no sábado, coma consciência de que o adversário vai criar dificuldades, porque luta pela permanência no campeonato e atravessa uma situação de risco.  

Hoje, às 11h00, no ex-RI20 , o técnico - adjunto Filipe Nzanza e um jogador fazem a antevisão do dérbi, em conferência de imprensa.

SEGUNDA VOLTA
Gelson supera a concorrência


O duelo de goleadores dos dois únicos candidatos ao título do Girabola Zap com mais possibilidades de erguerem o troféu desta época, 1º de Agosto e Petro de Luanda, é das atracções que animam o campeonato nesta recta final, quando faltam duas jornadas.

Apesar da diferença em termos de golos, os dois atletas  destacam-se nos respectivos plantéis. Gelson aparece não só como o melhor marcador, mas  como o mais finalizador da segunda volta da competição, à frente de Tiago Azulão.

O “matador” agostino apontou dez golos neste segundo turno da prova, contra os oito do avançado petrolífero, depois de ter terminado a primeira etapa com 13 tentos, sem a concorrência do brasileiro inscrito apenas no segundo turno da prova, o que mostra ter a pontaria eficaz.

O médio ofensivo, contratado pelo Petro de Luanda para reforçar o conjunto orientado por Beto Bianchi, correspondeu com as expectativas criadas à sua volta, numa altura, em que o ataque petrolífero formado por Jiresse e Fabrício não fazia golos.

Com a integração do camisola 20, os tricolores melhoraram a eficácia ofensiva,  longe de qualquer pressão, em relação ao jovem prodígio militar. Na primeira volta, Tiago Azulão ainda não jogava no Girabola Zap, e Gelson estava em branco na altura.

As atenções estão centradas para a 30ª e última jornada. Os dois jogadores vão jogar pela primeira vez, por isso, surge a questão que será respondida no próximo dia 5 de Novembro. Quem leva a melhor?

1º DE AGOSTO
Gogoró ganha notoriedade


O médio ofensivo da equipa do 1º de Agosto, Gogoró, está a realizar a melhor época desde que ascendeu, na época passada, ao escalão principal. Além da titularidade em vários jogos, contribui para a criação de espaços na frente de ataque. O facto de somar três golos, não  retira a influência, no plantel agostino.

O jogador teve uma passagem nos escalões de formação do Santos FC, integrou depois o plantel de juniores do conjunto militar, começou a dar passos seguros nas opções do técnico Dragan Jovic.O “camisola 8” aproveita de forma positiva as oportunidades que lhe são concedidas pela equipa técnica, que em substituição de Ary Papel, Buá ou Geraldo, como aconteceu nos últimos dois desafios, em que ficou de fora por lesão , mostrou que é uma peça a ter em conta  no conjunto rubro - negro.

Gogoró  estreou-se esta época com a camisola militar, só nesta segunda volta, na 16ª jornada e desde então. faz parte das escolhas habituais do treinador bósnio, na condição de titular ou mesmo de suplente utilizado, ganha mais minutos em relação ao ano passado.

O jogador segue os exemplos de Ary Papel e Gelson para ganhar espaço na equipa, nesta altura tem mais minutos de jogo, que os experientes médios Manucho Dinis e Mingo Bile.

O canhoto joga de forma preferencial nas alas e na zona central do meio campo, onde já foi utilizado esta época.Na goleada sobre o Interclube, na jornada anterior, Gogoró fez cinco remates, esteve muito interventivo no ataque, marcou aos 61m, após um ressalto de bola .                                     
JN