Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Governo da provncia procura apoios

Augusto Panzo - 25 de Outubro, 2018

Representante da provincia do Leste do pas ainda carece de apoios para o campeonato nacional

Fotografia: Joo Salvo | Edies Novembro

O Girabola Zap 2018/2019 arranca depois de amanhã, dia 27 de Outubro, ainda há equipas que até hoje continuam com a situação financeira indefinida, tal como  a formação do Saurimo FC da Lunda - Sul.
O governador da província da Lunda - Sul, Daniel Félix Neto, está empenhado na procura de apoios junto das empresas locais, com destaque para as diamantíferas, para apoiarem o Saurimo FC, no campeonato nacional da I divisão.
O dirigente manteve na terça-feira um encontro com a direcção da empresa Sociedade Mineira de Catoca, em que abordou a necessidade de todos unirem esforços em prol do único representante no Girabola Zap, e está confiante na boa fé dos  agentes locais. 
Em breve declarações à Rádio Cinco, o mais alto mandatário da Lunda -Sul lançou na ocasião, um apelo à todas as empresas situadas na região, para que se sintam um só na captação de apoios para o Saurimo FC, para a equipa realizar uma campanha sem sobressaltos. \"Precisamos de encontrar alguma saída, para ajudar financeiramente a equipa do Saurimo FC, que é o nosso representante no Girabola Zap de 2018/19, de maneiras a ter uma participação condigna no campeonato\", disse.
Daniel Neto lembrou, que a empreitada é extensiva a todas as pessoas colectivas e singulares da região, pois, não está apenas em causa o nome da equipa, mas o da província, de um modo geral.
\"Isso, não requer, apenas, a contribuição da empresa Catoca, mas  de todos que se acham ligados à nossa província da Lunda - Sul, seja de âmbito colectivo ou de âmbito individual\", defendeu o mais alto mandatário.   
Depois de muito tempo ausente na alta roda do futebol nacional, a província regressou ao convívio dos melhores, por intermédio do Progresso Associação do Sambukila da Lunda - Sul, equipa que no seu ano de estreia alcançou o sexto lugar.
Na época seguinte, em 2016, o conjunto da Lunda- Sul teve a sua melhor prestação no campeonato, ao conquistar um espectacular quarto lugar, à frente de papões, como, Kabuscorp, Benfica de Luanda, ASA, Interclube e outros.
Devido a dificuldades financeiras e por força da má qualificação em alguns jogos, do atleta Cabibi, integrante do plantel, no ano passado as coisas não correram à preceito, ao cabo de trinta jornadas, a equipa foi relegada para a Segunda Divisão.