Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Guilherme mancha estreia

Paulo Caculo - 16 de Julho, 2015

Avanado falha a recepo ao Libolo por admoestao com carto vermelho directo com a camisola do palanquino

Fotografia: Kindala Manuel

O avançado Guilherme Afonso estreou-se da pior forma, na equipa do Kabuscorp do Palanca. O jogador foi admoestado com a cartolina vermelha, no primeiro jogo com a camisola do clube palanquino,  diante do Recreativo da Caála, falha a recepção ao líder Recreativo do Libolo, domingo, no estádio da Cidadela, em desafio referente à 17ª jornada do Girabola.

Enquanto opção do técnico Miller Gomes, para a segunda volta do campeonato, o reforço dos vice-campeões nacionais acabou expulso da partida, na sequência de uma jogada dura com o experiente defesa Yamba Asha, em que o árbitro considerou ter havido agressão por parte do avançado.Contratado para colmatar o défice, no sector atacante, o atleta é a única contrariedade dos palanquinos para o duelo diante do campeão nacional, numa partida que se reveste de capital importância (tanto quanto os outros jogos), sobretudo, em virtude de se tratar do adversário directo, na concorrência à liderança do campeonato. A equipa de Calulo lidera a prova com mais seis pontos em relação à turma do bairro do Palanca.

Ontem, Guilherme Afonso surgiu a trabalhar separado dos restantes colegas, numa clara alusão de não estar, também, muito bem fisicamente. O atacante fez exercícios à parte, separado do grupo. O jogador realizou, inicialmente, corridas à volta do relvado, debaixo do olhar atento do doutor Caetano Maria, chefe do Departamento Médico dos palanquinos.

A boa nova é o regresso em grande forma do central Silva. O “capitão” da equipa do Palanca dá sinais claros de estar muito próximo dos níveis físicos, espelhados na época passada, antes de contrair a grave lesão, que o afastou dos relvados durante várias semanas, após ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica em Portugal.

CONCORRÊNCIA

Os treinos do Kabuscorp continuam a ser animados por altos níveis de concorrência. A luta pela titularidade, que já era intensa antes da chegada de novos jogadores, passou a ser muito mais elevada, agora, com a contratação de reforços.  Embora na baliza, a opção do treinador por Mário permaneça inalterável, pelo menos nos últimos jogos, na defesa o cenário não é o mesmo, pois, o leque de opções ronda à volta dos pares compostos por Borges/Silva, Lunguinha/Panilson, Faki/Faustino e Boka/Elío. No meio -campo é onde as coisas estão mais alegres, para Miller Gomes, fruto das qualidades de Dax, Amarildo, Lami, Evandro, Meda, Mano e Mpele Mpele. Já no ataque, a concorrência limita-se a Meyong, Patrick e Guilherme Afonso (suspenso).