Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Histórico favorece Kabuscorp

Jorge Neto - 14 de Outubro, 2016

Os pupilos do bósnio Dragan Jovic sabem que não devem facilitar

Fotografia: Jornal dos Desportos

O histórico dos jogos entre às equipas do 1º de Agosto e do Kabuscorp do Palanca é desfavorável à formação rubro negra, um quadro que pretendem inverter no jogo deste domingo, às 17H00, no estádio 11 de Novembro. Os militares têm a missão de vencerem, se quiserem continuar a manter a vantagem de três pontos em relação aos seus mais directos perseguidores.

Quando faltam quatro jornadas para o final do campeonato nacional e para encontrar-se o campeão da presente época, os líderes da competição estão obrigados a ganharem, daí a maior responsabilidade da equipa de Dragan Jovic em vencer o dérbi. Os números mostram que nos últimos seis anos em que se defrontaram o conjunto militar ganhou apenas um jogo, somando sete derrotas e cinco empates. O último triunfo dos agostinos aconteceu há quatro anos, em 2012, na primeira volta, por 1-0, mas depois empataram (0-0).

Em 2015, os rubro e negros perderam na primeira volta (0-1) e empataram na segunda (1-1), enquanto em 2014 os palanquinos levaram a melhor no primeiro turno (3-2) e empataram no segundo (1-1).

A saga negativa dos actuais lideres do Girabola Zap continuou em 2013, onde "caiu" por (0-1) no primeiro desafio e no segundo dividiram os pontos (1-1).

 As desvantagens do 1º de Agosto nos confrontos contra o Kabuscorp do Palanca agudizou-se em 2011 onde averbaram duas derrotas, por 2-1 e 3-1, ao passo que em 2010 empataram (0-0) e logo a seguir a formação de Bento Kangamba venceu por (1-0).

Deste modo, os lideres do campeonato nacional têm uma tarefa difícil a transpor diante de um adversário que nos últimos sete anos tem complicado bastante a sua tarefa de pontuar. Outro dado relevante é que ainda na primeira volta deste ano os militares perderam por 2-0, naquela que foi a sua segunda derrota nesta prova, depois de ter perdido frente ao Recreativo da Caála, pelo mesmo resultado.

Os pupilos do bósnio Dragan Jovic sabem que não devem facilitar, sob pena de serem igualados na liderança pelo Recreativo do Libolo e Petro de Luanda, casos estes vencem os respectivos jogos.


FOLGA
Militares retemperam energias


O plantel do 1º de Agosto regista hoje uma folga para retemperar  energias com vista ao jogo do próximo domingo diante do Kabuscorp do Palanca, onde ambiciona alcançar mais uma vitória.

O descanso de um dia na semana programado pelo técnico Dragan Jovic tornou-se já habitual na formação rubro e negra,  que deste modo, espera retirar alguma pressão psicológica aos jogadores ao mesmo tempo que promove o descanso físico.

Nas hostes dos lideres do campeonato nacional o clima é de grande motivação. O plantel está ciente que dependem apenas de si para conquistar o título, por isso, encaram todos os jogos como "autênticas finais".

O diálogo entre a equipa técnica e os jogadores antes das sessões de treinos é permanente. Os treinadores procuram transmitir ao plantel a determinação que nesta altura se pretende para se chegar ao objectivo principal.

A equipa respira saúde e muita alegria. Os níveis de motivação estão em alta e a disposição é boa para os objectivos que perseguem.      
JN