Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Huilanos sem receio dos lundas

Morais Canmua - 09 de Setembro, 2015

Ivo Traa satisfeito com teste ante o Benfica

Fotografia: Paulo Mulaza

O Clube Desportivo da Huíla prepara ao detalhe a deslocação ao Dundo, no próximo sábado, onde defronta o Sagrada Esperança da Lunda Norte, pontuável para 25ª jornada do Girabola 2015. Os militares da Região Sul, pretendem vencer o jogo e cimentar a posição, em relação à manutenção entre os grandes do futebol nacional. O técnico Ivo Traça está consciente das dificuldades que vai enfrentar no Dundo, perante um adversário de gabarito, mas que não tem estado bem, querendo por isso começar a reabilitação no jogo com a equipa huilana.

Os militares huilanos estão na décima posição do campeonato com 27 pontos, enquanto  os diamantíferos no 14º quarto lugar, com 23 pontos. Embora a diferença pontual não seja grande, o lugar que os lundas ocupam na tabela de classificação incomoda a sua direcção,  técnicos,  atletas e sócios, que pretendem fazer uma reviravolta nesta fase final da prova, a partir deste jogo. Curiosamente, o mesmo pensamento norteia nas hostes do CDH, que para o jogo com o Sagrada pretende “investir” todo o potencial para conseguir os almejados três pontos em disputa.

Uma vitória fora de portas pode provocar um alento substancial e fazer com que a equipa do CDH encare os cinco restantes desafios com menos pressão. Para o efeito,  o grémio incrementa um trabalho de preparação árduo. Depois de Ivo Traça ter proporcionado pausa de quatro dias, em consequência da curta paragem da prova, devido aos compromissos dos Palancas Negras,  a equipa voltou ao trabalho na segunda-feira, com o objectivo de alcançar níveis aceitáveis no processo de preparação. A necessidade de dotar os jogadores de ampla capacidade competitiva, tendo como foco a correcção dos erros defensivos e ofensivos, motivaram a equipa a realizar ontem no Lubango, um amistoso com o Benfica de Luanda, equipa que escolheu a cidade do Cristo Rei para efectuar um curto estágio.

JOGO -TREINO
Ivo Traça tira ilações


O treinador do Clube Desportivo da Huíla, Ivo Traça, apesar do resultado do jogo -treino de ontem no Lubango, com o Benfica de Luanda, com quem perdeu por 1-0 (golo de Gomito), não estar em causa, recolheu  o maior número de ilações ante um adversário competitivo e com um técnico muito experiente. Ivo Traça tem a noção do que a equipa precisa, para melhorar alguns aspectos, para que possa defrontar no sábado, no Dundo, o Sagrada Esperança da Lunda Norte, sem grandes problemas pois o objectivo passa por pontuar, nem que  seja o resultante de um empate. 

A equipa técnica, dos militares da Região Sul, debate-se com uma grande onda de lesões no plantel. Os atacantes Chiquinho Nambalo e Emanuel Mbongó e os médios Josy e Danilson Traça, são os casos mais graves.De acordo com o técnico Ivo Traça, as lesões dos referidos atletas retiram grande fulgor ofensivo à equipa, que  tem o  rótulo de marcar poucos golos. Nos jogos efectuados fora do  “habitat”, a artilharia militar da Região Sul marcou 11 golos. No cômputo geral, o grémio violou as balizas adversárias  em 18 ocasiões,  deixaram que as suas fossem violadas 27 vezes, com um saldo negativo de 9 golos.Contudo, nos últimos quatro desafios, a equipa do CDH não perdeu, conseguiu oito dos 12 pontos possíveis,  fruto de duas vitórias e dois empates, safra que serve de tónico para que a equipa encare o jogo diante dos lundas com mais optimismo