Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Inter trabalha para o D

Paulo Caculo - 14 de Setembro, 2009

Treinador do Interclube afirma favoritismo

Fotografia: Jd

O plantel do Interclube não tem poupado esforços no ciclo de preparação visando o jogo com o 1º de Agosto, agendado para esta quarta-feira, no Estádio da Cidadela, em antecipação à 22ª jornada do Girabola, em virtude do engajamento dos militares nas competições africanas, onde voltam a entrar em acção no fim-de-semana, para a última jornada do Grupo B da Taça da Confederação.
A equipa da Polícia, que acedeu a proposta do 1º de Agosto para antecipar o desafio, espera reunir no curto espaço que dispõe para preparar a deslocação ao terreno do adversário, todas as condições necessárias para realizar um bom jogo. Aliás, isso mesmo ficou expresso nas declarações de Túbia, ao nosso jornal, no âmbito deste importante embate para ambos.
“Queremos voltar a pontuar e estamos a trabalhar na máxima força para que o nosso objectivo seja alcançado”, disse o novo treinador dos polícias.
Depois dos treinos de sexta, sábado e de ontem terem servido para aprimorar alguns aspectos de ordem técnica e física, a partir de hoje, às 9 horas, os polícias começam a trabalhar por cima da estratégia desejada para o confronto com os militares.

ARMAÇÃO OFENSIVA E DEFENSIVA

Da preparação dos polícias tem sobressaído importantes pormenores de execução ofensiva e defensiva, que ajudam a perceber, muito bem, a maneira e o modelo de futebol pretendido pela equipa-técnica. Túbia não tem poupado esforços aos seus jogadores, razão pela qual ainda não deu folga ao plantel. O treinador quer manter a equipa nos níveis de ritmo competitivo, facto que tem obrigado a trabalhar ininterruptamente até a hora do jogo com os militares. Só depois do desafio, na quinta-feira, os jogadores terão direito a descanso.
Contudo, toda a “esfrega” tem como objectivo fundamental colher os pontos desejados que podem ajudar a assegurar o lugar da manutenção. A sétima posição ocupada pela equipa não tranquiliza Túbia. O técnico espera, por isso, alcançar mais algumas vitórias nos próximos cinco jogos que restam para o desfecho do Girabola.
Embora nas sessões de treinos o treinador não deixe perceber as apostas para a equipa titular do jogo com o 1º de Agosto, parece provável que Túbia possa voltar a apostar na mesma estrutura óssea que defrontou o Petro de Luanda. Entre os potenciais candidatos a ocupar os sectores destacam-se os “quase imprescindíveis” médios Minguito, Kanu e Mendonça, enquanto na defesa pode perdurar o habitual quarteto composto por Joel, Fabrício, Kito e Yuri. Concorrem para a titularidade na linha atacante Oseias, Pedro Henriques e Moco.

Director dos polícias
incentiva o plantel

A presença de Valdano Gomes, director de futebol do Interclube, nas sessões de treinos da equipa, tem funcionado como um factor de motivação extra para o plantel que trabalha às ordens de João Arsénio “Túbia”.
Como que a justificar os elogios feitos ontem pelo treinador ao empenho da direcção do clube, o novo director dos polícias, que assegura estar disponível para dar o seu “contributo pessoal” à equipa, na luta pela materialização dos objectivos, considerou a sua presença nos trabalhados da equipa “uma forma de prestar o seu calor” ao grupo de jogadores que “diariamente esforçam-se para ajudar a equipa” a ganhar os jogos.
Valdano mostra-se igualmente optimista, como o resto do plantel, adiantando haver fortes possibilidades, “mais do que prováveis”, para a equipa manter-se no Girabola, pela excelente recuperação que tem demonstrado sofrer.
“A equipa está a melhorar e acredito que temos hipóteses de continuaremos no campeonato. Não estamos mal na classificação, ainda vamos melhorar a nossa posição no Girabola”, disse ele, crente num bom resultado no embate com o 1º de Agosto.                                  PC

Túbia reparte favoritismo

O treinador do Interclube afirma que encara o embate desta quarta-feira, com o 1º de Agosto, com grande optimismo, mas também com muitas cautelas. Túbia está ciente de que vai ter pela frente mais um adversário difícil de ultrapassar, mas não aceita entregar de bandeja a dose de favoritismo aos militares.
“Penso que será um jogo com 50% de hipóteses para cada equipa, porque é sempre um derby, são sempre equipas rivais e as possibilidades para cada equipa são equiparadas”, justificou Túbia, sustentando em seguida ter argumentos para acreditar na força colectiva da sua equipa.
“Também temos uma boa equipa, assim como tem o 1º de Agosto e estamos a procurar melhorar a nossa prestação. Acho que este será mais um daqueles jogos em que qualquer equipa pode vencer. Estamos conscientes disso, mas faremos de tudo para que sejamos nós os vencedores”, acrescentou.
A alimentar a confiança e o optimismo do treinador do Interclube está o facto de, na sua óptica, a equipa estar a atravessar um excelente estado anímico e níveis competitivos prometedores.
“O moral da equipa é excelente. Estamos a trabalhar muito bem, com alegria e motivação, está tudo a correr dentro do normal. Estamos com uma equipa coesa e competitiva”, assegurou ele, agradecendo os esforços da direcção, na criação das condições indispensáveis a realização de uma boa partida.
“Devo dar os meus parabéns a direcção do clube, que tem nos dado todo o apoio, pois não tem faltado nada à equipa. Também agradecer o apoio de todos os sectores do clube, por trabalharem com dignidade em prol do Interclube”.                                         PC