Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Interclube lidera prova

30 de Setembro, 2019

Na prxima jornada, no estdio 22 de Junho, a equipa da Polcia defronta o FC Bravos do Maquis, que perdeu em casa, por 2-1, com o Cuando Cubango FC .

Fotografia: M.Machangongo.

O desempenho dos jogadores do Interclube no duelo de sábado último, disputado no estádio 22 de Junho, em Luanda, diante do 1º de Maio de Benguela, vitória por 3-1, referente à sexta jornada do Girabola Zap 2029/2020, foi enaltecido pelo treinador-adjunto Ivo Campos.
Ivo Campo afirmou que estava consciente das dificuldades que os polícias haviam de enfrentar, não obstante a fase menos boa que os proletários estão a atravessar no campeonato, pois acabam por ser sempre \"muito dedicados\", quando jogam fora de casa.
\"A nossa equipa esteve bem, aliás, já previa que os níveis de ansiedade estariam altos, e não marcando golo nos primeiros minutos seria muito difícil para nós. Ainda assim, penso que foi um jogo muito bem disputado pelas duas equipas e por aquilo que fizemos na primeira parte, onde tivemos  a melhor oportunidade, com a bola ao poste. Poderíamos ter feito o golo\", disse.
Para o adjunto de Bruno Ribeiro, o 1º de Maio de Benguela esteve em Luanda com a lição bem estudada e por isso criaram muitas dificuldades ao sector ofensivo do Interclube.
\"Não estivemos bem na primeira parte do jogo, porque o 1º de Maio teve o seu mérito, pois soube fazer alguma pressão na nossa construção de jogo, por isso não conseguimos  jogar em condições naquele período do jogo\", referiu. 
Na segunda parte os polícias apareceram com uma outra postura, fruto de duas substituições, nomeadamente as saídas de Carlinhos e Jaredi e entradas de Dasfaa e Paty. Com isso, a equipa de Bruno Ribeiro ganhou mais  dinâmica e obrigou os proletários a cometerem alguns erros, que foram aproveitados pelo Interclube.
 \"O 1º de Maio cometeu alguns erros defensivos, aproveitámos e marcámos os nossos golos, pois a nossa rapaziada merecia estes três pontos\", salientou.
Quanto ao adversário, o técnico valorizou a entrega, pois, como disse, \"o 1º de Maio é uma equipa que trabalha e luta muito, tem uma atitude competitiva muito forte, aliás, nós conhecemos bem esta equipa.  Sabíamos que se não marcássemos um golo, a nossa situação ficava condicionada\", salientou Ivo campos. 
Com a vitória sobre o 1º de Maio, o Interclube soma 13 pontos e está na primeira posição com a mesma pontuação que o  Libolo, vitorioso (2-0) na recepção ao Ferroviário do Huambo, e a Académica do Lobito que venceu o Sagrada Esperança por 1-0. Na próxima jornada, no estádio 22 de Junho, a equipa da Polícia defronta o FC Bravos  do Maquis, que perdeu  em casa, por 2-1, com o Cuando Cubango FC .