Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Isaac livre de castigo federativo

Jorge Neto - 11 de Agosto, 2016

Defesa direito da equipa rubro-negra apenas falhou um jogo no presente campeonato

Fotografia: Miqueias Machangongo

O regresso do lateral direito, Isaac, às opções da equipa técnica do 1º de Agosto, constitui uma das novidades para recepção ao Recreativo da Caála, domingo, às 18H00, no estádio 11 de Novembro, referente a 21ª jornada do Girabola Zap.

O influente jogador na manobra da defesa militar, após cumprir o castigo federativo de um jogo de suspensão por acumulação de cinco cartões amarelos, está 'limpo' para voltar a dar o seu contributo ao plantel rubro negro.

O atleta que tem sido um dos mais regulares no onze inicial do conjunto orientado por Dragan Jovic, desfalcou pela primeira vez esta época a equipa na deslocação à província da Lunda Sul, ao encontro do Progresso local, onde os agostinos averbaram a terceira derrota no campeonato nacional.

Com o regresso do camisola 21 os militares ganham mais uma forte opção para aquela posição, onde actuou Mingo Bile na ronda passada e voltarem a caminhar no trilho das vitórias.

O jogador que já representou o Progresso Sambizanga e o Petro de Luanda tem sido um dos mais regulares na formação do ex-RI20, a par do guarda-redes Dominique, como totalistas. Geraldo entra no leque dos restritos com todos os jogos disputados, embora não tenha sido titular em todos.

Além de ser uma referência é um dos laterais mais regulares da prova e tem contribuído com eficiência no jogo ofensivo, onde aparece com frequência a apoiar o sector atacante com assistências e a finalizar algumas jogadas.

Os três golos apontados, igualando Ibukun e atrás dos cinco apontados pela dupla Geraldo/Ary Papel e dos 18 de Gelson, melhor marcador do campeonato, é uma prova evidente da sua influência na manobra e esquema táctico dos militares.

Nos treinos, o jogador vai ensaiando igualmente jogadas ofensivas com finalização, pelo que, este ano poderá se assistir a lateral direito mais concretizador, tal como acontece nos dias de hoje com os laterais modernos.

A recepção ao Recreativo da Caála no domingo é um desafio que entra nas contas de Isaac, ansiando pelo seu regresso ao onze, mas para tal terá de disputar o lugar com Mingo Bile e provar nas sessões de treino que atravessa uma dos melhores momentos da sua carreira.

DERROTAS
Equipas modestas complicam líder


A terceira derrota averbada pela equipa do 1º de Agosto no Girabola Zap demonstrou que o conjunto rubro negro encontra sérias dificuldades, quando defronta formações com objectivos mais modestos na competição, excepção feita ao Kabuscorp do Palanca.

Os líderes do campeonato nacional perderam diante do Recreativo da Caála, por 2-0, na sexta jornada, Kabuscorp do Palanca, por 2-0, na 12ª, e Progresso da Lunda Sul, por 0-1.Com excepção do desafio frente aos palanquinos, nos outros dois, os agostinos eram considerados como favoritos à vitória, mas o desfecho foi negativo e chegou a criar embaraços na tabela de classificação, premitindo a aproximação dos mais directos perseguidores.

Em relação aos empates a situação não foge à regra. O Sagrada Esperança travou os líderes da prova com um nulo, na 6ª jornada, o Progresso do Sambizanga com 1-1, na 17ª e o 4 de Abril com um nulo, na ronda seguinte.

O candidato ao título Interclube, depois de estar a perder por 3-0, não permitiu que o 1º de Agosto festejassem o triunfo e estragaram a festa com um empate a 3-3, constituindo a excepção nos empates com equipas modestas.

A estatística mostra ainda que os agostinos apresentam alguma irregularidade nesta segunda volta, onde em cinco jornadas, dos 15 pontos possíveis, conseguiu apenas oito, fruto de duas vitórias, dois empates e uma derrota.

Os números de golos baixaram, pois, na primeira volta até ao final da 5ª jornada os militares tinham marcado 13 golos contra os oito no segundo turno da competição.                    
JN