Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Jogo rijo de campees

Betumeleano Ferro - 11 de Julho, 2015

Campees em ttulo e militares protagonizam jogo de maior cartaz da jornada

Fotografia: Kindala Manuel

O título do campeonato está longe, de ser decidido esta tarde, no aliciante Libolo - 1º de Agosto, mas é ponto assente, que o resultado final pode ser determinante para as contas finais das duas equipas, na corrida à conquista do Girabola.

Quem vencer vai ganhar três preciosos pontos ao adversário directo, uma ocasião soberana que nenhum dos contendores vai querer desperdiçar, já que não voltam a beneficiar de nova oportunidade no campeonato esta época.

As duas equipas entram em campo, em igualdade de circunstâncias, por isso, engana-se quem pensar que o Libolo pode jogar para o empate, pelo facto de ter quatro pontos de vantagem sobre o 1º de Agosto.

Está claro, que os libolenses têm mais espaço de manobra, mas não acreditamos, que vá adoptar uma postura defensiva para manter a vantagem pontual para aumentar o fosso em relação aos militares.

A longa paragem do campeonato, seguramente, prejudicou o momento competitivo das equipas, contudo, isso não  serve de desculpa por não apresentarem um bom futebol e exibirem-se sem garras. A enchente do estádio é um dado assegurado, agora o que resta é esperar para ver, se os atletas conseguem corresponder  às expectativas dos adeptos.

O Recreativo do Libolo operou uma surpreendente mudança no seu comando técnico. João Paulo Costa veio render Sebastien Desabre. A estreia do novo treinador acontece no momento ideal diante do 1º de Agosto, a equipa que mais progressos fazia no Girabola antes do interregno.

O Petro de Luanda e o Interclube realizaram uma primeira volta intermitente, ainda assim, são favoritos na recepção ao Sporting de Cabinda e  ao Sagrada Esperança, respectivamente. A melhor qualidade dos seus planteis pode ajudar a encurtar o caminho para a vitória de quem joga em casa.

A equipa tricolor tem a segunda volta para recuperar o prestígio, as chances de ser campeã são nulas, em virtude da má primeira volta, mas o plantel reforçou-se com o atacante Jiresse, melhor marcador do Girabola com oito golos, para aparecer de cara lavada no regresso do campeonato.

Os bons discursos do técnico, Alexandre Grasseli, contrastam com os resultados da equipa, o Petro precisa de despertar no campeonato, nada melhor do que confirmar o favoritismo diante do Sporting de Cabinda para o plantel ganhar mais confiança  nas próximas jornadas.

A contratação de Vesselin Vesco rendeu juros imediatos ao Interclube, com o apuramento para os oitavos de final da Taça de Angola. O conhecido treinador fez história em Angola e em África, quando chegou ao nosso futebol para treinar o ASA, por isso, os polícias trouxeram-no de volta ao país, para ajudar a equipa a resgatar o  prestígio.

O embate diante do Sagrada Esperança pode ser complicado para os pupilos de Vesco, mas a melhor qualidade individual de atletas como Fabrício, Paz, Nandinho, Paty ou até mesmo Mocó, podem desequilibrar a balança em favor do Interclube.

O Sagrada costuma ser generoso nas deslocações a Luanda. A equipa diamantífera joga bem, mas contenta-se com isso. Será capaz de fazer diferente esta tarde? Talvez sim, talvez não, mas é ponto assente que o técnico Zoran Maki e pupilos também estão desejosos de sair da capital com um bom resultado diante do Interclube, um dos grandes de Luanda.