Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Jogos em falta so autnticas finais

Gaudncio Hamelay , no Lubango - 13 de Setembro, 2016

Dirigente do clube fala em unio para manuteno no Girabola Zap

Fotografia: Aro Martins

O director administrativo do Clube Desportivo da Huíla (CDH), Ezequías Domingos, disse há dias no Lubango que a equipa às ordens de Ivo Traça vai disputar as últimas  sete jornadas do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, Girabola Zap, como se fossem “autênticas finais”. Ezequías Domingos disse, que como as jornadas em falta são complicadas, a equipa tem de pensar em vencer todos os jogos para que a esperança de permanecer na primeira divisão seja possível.

O dirigente da formação militar da Região Sul defronta o Benfica de Luanda no domingo, no Lubango, partida referente à 24ª jornada do Girabola Zap 2016, confessou que a direcção do clube não antevia nesta altura da competição estar na 13ª posição da tabela classificativa geral com 23 pontos, face ao bom início, chegou a liderar a prova.“Os jogos que faltam, são jornadas dificílimas. Temos de pensar em vencer todos os jogos para que a nossa equipa permaneça e se torne possível. Honestamente falando, nós não prevíamos nesta altura da competição que estaríamos nesta situação, em face ao arranque (positivo) que tivemos. Mas o futebol tem essas nuances”, reconheceu.

Ezequías Domingos referiu que após o jogo com o 1º de Maio de Benguela, pontuável para a 19ª jornada em que empataram a uma bola, a equipa apresenta níveis semelhantes ao do início do Girabola Zap.Por essa razão, com o esforço dos atletas, da equipa técnica, membros da direcção e da massa associativa, as coisas vão terminar bem.

“Com o esforço de todos, olharemos para as restantes jornadas que faltam como autênticas finais, para materializarmos os nossos objectivos de permanecer no Girabola”, disse. Depois da derrota de sábado diante do Petro de Luanda, por 2-0, a formação do Desportivo da Huíla defronta nas próximas jornadas o Benfica de Luanda, 1º de Agosto, 4 de Abril do Cuando Cubango, Académica do Lobito, Progresso da Lunda Sul, Clube Recreativo da Caála e Clube Recreativo do Libolo.

SALÁRIOS E PRÉMIOS
Direcção do clube resolve pendentes


A situação dos salários e prémios de jogo dos atletas e treinadores do Desportivo da Huíla que estão pendentes, decorrentes da situação financeira que o país atravessa, estão ultrapassados. A garantia foi dada pelo director administrativo do clube militar da Região Sul, Ezequías Domingos. O responsável explicou que neste momento tem todo o pessoal sem problemas administrativos, no tocante a salários e do ponto de vista de prémios, também já se iniciou  o processo de amortização.

“Os indicadores são bons e só resta aos atletas dar o máximo e conquistar vitórias para satisfação e não só dos dirigentes do clube, e também da extensa massa associativa do Clube Desportivo da Huíla”, disse.Enalteceu os apoios que o clube militar da Região Sul recebem por parte de algumas instituições locais, com destaque para as fábricas de água Tundavala e Preciosa, e apelou também às demais empresas que ainda não se juntaram à esta causa, para fazê-lo.

“Sabemos que a situação financeira do país é critica, mas ainda assim, o futebol como vertente social é um vector importante para o desenvolvimento social do país, estamos em crer e apelamos às outras empresas para que apoiem também o clube com o pouco que têm, no sentido continuarmos a representar condignamente a província da Huíla no Girabola Zap”, apelou.