Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

João escapa do Machado

Augusto Panzo - 14 de Abril, 2017

Técnico aviador deveria despedir-se da equipa no próximo domingo após o jogo com o 1º de Maio de Benguela

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do Atlético Sport Aviação (ASA), presidida por Elias José, que segunda-feira última, havia assinado a sentença do treinador João Machado, em face aos resultados negativos no Girabola Zap 2017, recuou na sua decisão com relação ao categorizado técnico. Deste modo, segundo fonte do Jornal dos Desportos, o melhor marcador da primeira edição da prova , em 1979, está obrigado a vencer os próximos quatros jogos.

Os maus resultados fora de casa são uma realidade para o ASA, cuja gota de água que tentou transbordar o copo foi a derrota de 2-0, frente ao Progresso da Lunda Sul, situação que levou a uma reunião entre a direcção e o técnico na última segunda-feira, 10 de Abril, tal como o JD fez questão de anunciar na sua edição de quarta-feira.

A fonte segredou-nos tratar-se apenas de uma jogada ensaiada, de forma que as informações a circular sejam desencontradas, pois, o mesmo técnico já manifestou inclusive a intenção de abandonar o barco.

\"Essas são jogadas ensaiadas, para que as informações apareçam desencontradas no mercado. Na reunião de segunda-feira ficou assente que o senhor João Machado continuaria à frente do ASA até ao jogo com o 1º de Maio de Benguela, ou seja, seria para se despedir com alguma tranquilidade, porque ele mesmo já manifestou a intenção de pedir demissão\", disse a fonte.

Mas voltando à vaca fria, a decisão de dar possibilidade a João Machado de continuar no comando parece ser uma simples quimera, pois, se nos recordarmos bem, situação do dito pelo não dito já aconteceu na edição antepassada do Girabola Zap no ASA, quando o presidente de direcção havia anunciado à quente a saída do então técnico Roberto do Carmo \"Robertinho\", decisão que viria ser reconsiderada dias depois.

As possibilidades do ASA triunfar nos próximos jogos são muito remotas, porque com a excepção ao JGM, que parece ser do seu nível, os aviadores vão defrontar adversários que se encontram bem colocados na tabela classificativa como o 1º de Maio de Benguela, Kabuscorp do Palanca, JGM do Huambo e Recreativo da Caála.

Como se pode ver, a empreitada não será fácil para os aviadores, facto que demonstra que a moratória dada ao técnico pode ser uma faca de dois gumes.

Tratado por decano dos treinadores angolanos no Girabola Zap, João Machado rendeu José de Carvalho “Corola” no comando técnico do ASA, com o propósito de resgatar a mística deste clube, que vem perdendo nos últimos cinco anos