Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Jos Ramos admite competitividade

23 de Fevereiro, 2016

Dirigente do Sagrada Esperana prev surpresas no Girabola Zap 2016

Fotografia: Paulo Mulaza

O secretário-geral do Sagrada Esperança da Lunda Norte, José Ramos, afirmou no Dundo que o Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola Zap, vai ser competitivo e com surpresas, como no ano passado.

José Ramos falava à Angop no Dundo, quando fazia a antevisão da presente época, realçou que cada edição da prova apresenta as características competitivas próprias. Por isso, deve ser ainda mais surpreendente a julgar pela preparação de alguns clubes e jogadores na pré-época, com vista a melhorar a prestação desportiva em relação ao ano passado.

Reconheceu que apesar de certos clubes não terem efectuado estágios pré-competitivos no exterior do país, em função do momento económico actual, organizaram-se "convenientemente" no que diz respeito à contratação de reforços, recusou-se a indicar potenciais candidatos ao título.

Sobre o Sagrada Esperança, o secretário-geral disse que tem o  plantel capaz de encarar todos os jogos com seriedade, afirmou que um possível  descuido durante a competição pode ser fatal.

O Sagrada Esperança jogou e perdeu (1-0)  no sábado na cidade de Lubango, com o Clube Desportivo da Huíla, na primeira jornada do campeonato. 
Em 2015, o Progresso da Lunda Sul e o Desportivo da Huíla surpreenderam pela positiva, ao ocuparem a sexta e a sétima posições, superaram  formações como o "papão" Petro de Luanda (8º) , ASA e Sagrada Esperança, que já foram campeões nacionais.

O 1º de Agosto  empreendeu uma recuperação espectacular depois do início sofrível com três derrotas consecutivas. Ou ainda, o caso do FC Bravos do Maquis que depois de conquistar o estatuto de formação do meio da tabela, não evitou a despromoção.