Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Josimar acredita na permanncia

Morais Canmua - 28 de Agosto, 2015

O cabo-verdiano emprestado pelo Libolo ao Desportivo est disposto a suar a camisola do clube que representa

Fotografia: Arimateia Baptista

O médio ofensivo caboverdiano ao serviço do Clube Desportivo da Huíla,  Josimar ou simplesmente Josy,  acredita que a equipa que representa irá se manter na fina flor do futebol nacional com uma boa classificação.

Josy sustenta a sua crença no facto de a equipa, segundo ele, "estar a subir de forma competitiva" depois de um período menos bom em que a sucessão de resultados negativos quase colocaram em risco o objectivo mor do grémio militar da Região Sul.

As vitórias,  ainda que magras, diante do Bravos do Maquis, em casa e frente ao aflito Domant, no Bengo, reacenderam a esperança da equipa treinada por Ivo Raimundo Traça de quem, Josy nutre muito respeito e admiração.

"Tem sido o nosso comandante. Ele é muito forte no aspecto de liderança e bastante persistente no trabalho. Exige muito de nós e tem crença no trabalho que desenvolve", disse para acrescentar que, "o que temos feito é segui-lo e acreditarmos que "realmente vamos conseguir alcançar os objectivos que perseguimos".

O caboverdiano emprestado pelo Recreativo do Libolo ao Desportivo da Huíla mostrou-se disponível em suar a camisola do clube que representa, sempre que o técnico o depositar confiança para actuar que como titular ou como suplente utilizado.

Para ele, o importante é pensarmos no grupo ressaltando que "encontrei aqui uma união muito boa. Mesmo nos momentos mais críticos foi sempre notável um espírito de união muito forte no grupo. Acho que o segredo está aí", ressaltou.

O jogado disse que, desde que chegou na equipa no final da primeira volta do presente Girabola  "fui bem recebido, o que reforçou a minha vontade de dar o melhor de mim para contribuir e ajudar a equipa a atingir os objectivos preconizados".

Militares da região sul
com jogos difíceis

Para os próximos jogos do Desportivo da Huíla, o médio ofensivo Josy prevê imensas dificuldades, atendendo o rumo que a prova tem estado a tomar. Para ele, a competição está imensamente competitva e hoje já nao não há jogos nem adversarios fáceis.

"Temos jogos bastante complicados neste último terço da prova mas, ainda assim, continuaremos a lutar para ultrapassar todas as dificuldades que aparecerem pela frente", disse.

O jogador, apesar de reconhecer que nos jogos em casa a equipa tem claudicado bastante, segundo ele, talvez devido aos niveis elevados de ansiedade, nesta última etapa da prova, "tudo faremos para dar devolver alegria aos nossos socios e aficionados locais".

Na próxima jornada, a 24º,  o Desportivo recebe o Progresso do Sambizanga, um jogo em que Josimar promete que "o grupo dará o seu máximo para, em casa, vencer". Depois, vai ao Dundo defrontar o Sagrada para, na jornada 26, receber no Lubango o Sporting de Cabinda.

Na jornada seguinte vem ao encontro do Petro à capital do país para, depois, na jornada 28 receber o Interclube. Nas duas últimas jornadas defronta o As em Luanda e recebe o Progresso da Lunda-Sul,  na cidade do Lubango. Este volume de jogos coloca Josy em alerta e crente no arrecadar do maior número de pontos para "nos mantermos no Girabola, facto que acreditamos piamente", concluiu.
MC