Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp agudiza crise dos aviadores

Manuel Neto - 01 de Outubro, 2017

O segundo tempo foi mais sofrido para as duas equipas mas o Kabuscorp levou a melhor

Fotografia: Jornal dos Desportos

Netito saído do banco aos 86 minutos,  marcou o único golo da vitória do Kabuscorp do Palanca, sobre o ASA em jogo referente a 26ª jornada do Girabola Zap, empurrando os aviadores cada vez mais  na linha da despromoção.
O ASA  procura de pontos como pão para boca, pois, encontra-se na linha de despromoção e, por isso, entrou pressionante  encurralando o adversário no seu último terço, na tentativa de cedo chegar ao golo que lhe permitisse fazer um jogo mais tranquilo com o objectivo de conseguir os três preciosos pontos  para continuar ainda a sonhar com a permanência no Girabola Zap.
Em face disso, o caudal ofensivo era cada vez mau  volumoso, com jogadas a toda a dimensão do terreno, mas para a pouca sorte dos aviadores os seus atacantes apareciam displicentes  na hora da finalização, Chico e Bena os dois atacantes de  Paulo Saraiva  não escolhiam o melhor caminho para visar as redes adversárias.
Nesta esteira o Kabuscorp foi acreditando  que tinha  qualidades para sai da teia montada pela turma do Aeroporto e aos poucos foi equilibrando o jogo com Lami a ser o  principal impulsionador  das jogadas, este  puxava dos galões e os demais  seguiam e foi  com esta postura que  Jaques  protagoniza o primeiro perigo, atirando a bola a figura de Magueti quando tinha tudo para visar.
O ASA  não baixou a guarda,  continuou pressionante, continuava perdulária ante um sector defensivo palanquino bastante certo.
 Do descanso  regressaram duas equipas  ambiciosas  pela vitória , ou seja o ASA sempre confiante na vitória e o Kabuscorp disposta a contornar as intenções adversárias.
E acreditando no seu potencial, os palanquinos foram acelerando procurando assenhorar-se  da partida e deste modo deixava ligeiramente desequilibrado o adversário.
Mas ainda assim os aviadores conseguiam fazer um bom jogo, mas  a forma precipitada como abordava os lances na finalização acabava por prejudicar o grupo. Por isso, pagou caro com o golo que sofreu as 86 minutos, por intermédio de Nelito.


OPINIÃO DOS TÉCNICOS

Kabuscorp

Quim Manuel

“Parabéns aos meus atletas”

\"Começamos mal o jogo e no intervalo falamos com os atletas que ainda era possível virarmos a nossa forma de jogar. Deste modo entramos mais acutilantes e na ponta final conseguimos marcar o único golo da vitória. Por isso é um motivo de satisfação e só resta dar os parabéns aos rapazes que acreditaram até ao fim\"              


ASA

Serginho

“Vamos lutar para não descer”

\"Sofremos um golo na ponta final que deitou por terra a nossa estratégia. Mas apesar disso, vamos continuar a lutar para não descermos. Sabem que ainda faltam quatro jogos e vamos encara-los com muita atenção e responsabilidade acreditando sempre na permanência no Girabola \"


ARBITRAGEM
Trabalho
regular


A equipa de arbitragem  que teve à testa Romualdo Nguenga teve uma postura aceitável, embora tivesse  algumas falhas de ordem técnica, sobretudo no ajuizamento de dois fora de jogos inexistentes contra a formação do palanca. No segundo tempo  apareceram melhor quer no capitulo técnico como disciplinar. Os  auxiliares comunicavam-se com o chefe de forma  atenta e fácil. Em suma foi um jogo com qualidade razoável que contribuiu para a grande festa da bola  que ocorreu no velho Estádio dos Coqueiros.