Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp contrata jogadores ao Vita Club da RDC

15 de Outubro, 2018

Palanquinos reforaram-se na RD Congo com um avanado e um mdio ofensivo para a nova poca futebolstica

Fotografia: DR

O avançado Daddy Birori, 30 anos, e o médio ofensivo Emomo Eddy Ngoyi, 24, ambos congoleses democráticos, contratados ao AS Vita Club de Kinshasa, vão representar o Kabuscorp do Palanca na temporada futebolística 2018/2019, que abre a 27 do corrente, com a primeira jornada do Girabola Zap, informa o site oficial da agremiação desportiva presidida por Bento dos Santos \"Kangamba\".
Os antigos jogadores do AS Vita Clube de Kinshasa, segundo o mesmo site, assinaram com o Kabuscorp por apenas uma época, com possibilidade de renovação, caso venham a ter sucesso nesta primeira experiência no campeonato angolano.
Daddy Birori, também conhecido como Etekiama Agiti Tady, é, segundo o site palanquino, um atacante com boas referências de goleador. Já o médio ofensivo Emomo  Ngoyi é um futebolista internacional congolês, que fez a sua estreia pela selecção da RD Congo em 2012.
Os congoleses democráticos Birori e Ngoyi vão juntar-se aos angolanos Cabibi (médio) e Celso Barros (defesa central), que representaram o Domant FC do Bengo e o Recreativo do Libolo na última época, ao guarda-redes Dadão (ex-FC Bravos do Maquis) e Balakai (ex-Progresso  Sambizanga).
As contratações dos referidos jogadores, visa colmatar as saídas de onze jogadores que foram dispensados do plantel, por vários motivos, tendo em vista a próxima época futebolística.
Entre os dispensados, salienta-se o argentino Calero e o camaronês Arouna, avançados contratados na época finda, mas que não corresponderam com as expectativas da direcção e da equipa técnica palanquina, bem como Libero, Debele, Mussumari, Lelé, Dário, Nandinho, Filhão e Gui. A equipa do Kabuscorp do Palanca vai ser orientada no Girabola Zap 2018/2019 pelo treinador português Paulo Torres, ex-Interclube, que tem já confirmado os seguintes jogadores:
Guarda-redes: Dadão (ex-FC Bravos Maquis), Josué, Prince (ex-Académica do Lobito) e JB; Defesas: Rafa, Nani, (ex-Sporting de Cabinda), Valy (ex-Interclube), Simão (ex-Sporting de Cabinda), Celson (ex-CR Libolo), Lunguinha, Depaiza e Ebunga; Médios: Paulito (ex-Cuando Cubango FC), Cláudio (ex-Académica do Lobito), Magola, Cabibi (ex-Domant FC), Lami, Tombe, Carlos, Amaro, Balakai (ex-Progresso Sambizanga), Água Doce (ex-Santa Rita de Cássia), Cristiano, Bagaza (ex-Interclube) e Michel (ex-KSV Roscelar/Bélgica); Avançados: Astor (ex-Neuchatel Xamax/Suíça), Dilma (ex-Interclube) e Nelito.

SELECCIONADOR DA RDC
Florent Ibenge
agradece Kangamba


 O seleccionador das honras da RD Congo, Florent Ibenge,  agradece o presidente do Kabuscorp do Palanca, Bento dos Santos "Kangamba", por proporcionar oportunidade a jogadores congoleses na equipa angolana.
Florent Ibenge avançou que o Kabuscorp tem dado muitas oportunidades a jogadores congoleses de exibirem as suas qualidades, o que é bom para a selecção da RD Congo, bem como para os próprios jogadores, que conseguem se exibir a bom nível.
O seleccionador congolês democrático confessou, que sempre esperou conhecer pessoalmente Bento Kangamba, sobretudo por nutrir enorme admiração pela forma como o clube do Palanca é gerido, destacando o facto de ter uma massa associativa maioritariamente formada por cidadãos residentes.
Florent Ibenge considera o Kabuscorp do Palanca um grande clube em África, que muito admira, razão pela qual muitos congoleses desejam vestir as cores do clube angolano.
A equipa do Kabuscorp do Palanca, que para a próxima época contratou o avançado Daddy Birori, 30 anos, e o médio ofensivo Emomo Eddy Ngoyi, 24, ambos ao AS Vita Club de Kinshasa, tem no congolês democrático Doutor Lamy, que este ano faz a sua décima época no grémio palanquino, a sua mascote.
 O defesa Ebunga, 35 anos, é outro jogador da RD Congo que representa o Kabuscorp do Palanca.