Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp do Palanca arrisca suspenso

10 de Maio, 2018

Dois golos do  Kabuscorp do Palanca, apontados por Mussumar e Filhão deram ontem vitória (2-0) folgada ao Kabuscorp do Palanca sobre o  Bravos do Maquis em jogo da 14ª jornada do Girabola Zap que apenas fecha no dia 27 com o jogo entre o 1º de Agosto e o Sagrada esperança da Lunda Norte.
Os três pontos resultaram de um jogo em que, a sua primeira, teve pouco sem muito que se lhe diga em termos de espectáculo e equilíbrio, porque praticamente Kabuscorp mandou.
O Bravos de Maquis, só com o avançado Diawara, mais ousado,  tentou importunar o Kabuscorp, mas foi  pouco. Esse avançado da equipa do leste quase fazia um golo, porém, Zeca defesa do Kabuscorp, não permitiu. Foi apenas segunda parte do desafio que Mussumar marcou para o Kabuscorp, numa jogada em que toda a defesa do maquisarde,  sobretudo, através de Calero, tentou fazer uma falta sobre o Mussumary, mas este resistiu e conseguiu concretizar a sua proeza...anichando a bola no fundo das malhas.
Lito, jogador do Maquis, ainda foi protestar. Disse que devia ser mesmo penálti a favor do Kabuscorp, mas o árbitro não foi na conversa. Zeca Amaral, timoneiro do Maquis, viu-se obrigado a  desfezer-se do  sistema de 4x5x1, orientando os seus pupilos para o  4x4x2.
Não resultou, na medida em que teve de baixar a \\\"crista\\\", como se diz, quando viu Filhão do Kabuscorpo a tirar as medidas,  muito fora da grande área, para rematar... sem hipótese de defesa para o guarda-redes do Maquis: foi, em boa verdade, um grande golo, que, mais uma vez, \\\"ensinou\\\" que um guarda-redes não pode estar adiantado!
De resto, o jogo de ontem, que colocou o Kabuscorp na posição em que está, veio dizer que é possível não chorar  pela substituição do seu anterior treinador e de jogadores nucleares, associado ao desacelerar da competitividade dos últimos anos desde que conquistou o seu único título (2013), pois, continua a ser ainda um candidato ao título.
Remodelado em mais de metade, o FC Bravos do Maquis  é que embora tenha um treinador competente, tem de melhorar a sua prestação nas jornadas que restam para o encerramento da primeira volta e recomeçar a seguinte com forma competitiva e capaz.A.FÉLIX