Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp e Cala abrem a segunda volta

Betumeleano Ferro - 07 de Junho, 2018

O Kabuscorp do Palanca e o Clube Recreativo da Caála (CRC) estão deveras longe dos objectivos traçados para o Girabola Zap, pelo que a partir de amanhã à tarde, 17h00,  nos Coqueiros, vão começar a fazer o campeonato de recuperação, embora saibam que pode não chegar para terminar nos lugares que queriam. 

Palanquinos e caalenses têm motivos diferentes para justificar a péssima classificação, o que se espera agora é que os dois contendores olhem para frente, pois mais do que protagonizar o jogo inaugural da segunda volta, vão começar a definir o destino final no campeonato.

A diferença de 7 pontos tem força suficiente para levar os palanquinos a entrarem inclinados para a frente, é verdade que os caalenses estão mais necessitados porque se encontram abaixo da linha de água, mas a maior qualidade do plantel do Kabuscorp pode ser determinante para pegar de início no jogo. A obrigação de vencer é mútua, mas os melhores recursos existentes na equipa caseira servem de garantia segura para ditar as regras do jogo, seria falta de bom senso se o Kabuscorp adoptar uma atitude de espera. Uma entrada em força chega e basta para os forasteiros perceberem a importância de impedir que prevaleça a lógica do mais forte.

Questões extra campo fizeram os palanquinos perder 6 pontos irrecuperáveis, a sexta posição é reflexo claro dos estragos provocados pela inédita medida, mas o plantel quer levantar a cabeça para tentar minimizar a situação. Uma vitória sobre os caalenses, de modo algum resolve o problema, mas vai ser bom para permitir que a equipa do Palanca ganhe ânimo para tentar chegar, no mínimo, ao pelotão da frente do Girabola Zap.

A intermitência é a imagem de marca do CRC, a equipa está no literal corredor da morte, porém, ainda não sabe quando a sentença vai ser consumada. É ponto assente, que também depende dos caalenses adiar o destino fatal, quantos mais jogos vencer mais a esperança de permanência vai, sem dúvidas, renascer.