Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp e Progresso disputam quarto lugar

Betumeleano Ferrão - 04 de Novembro, 2016

O Kabuscorp só precisa de um ponto para conservar a sua posição enquanto o Progresso precisa de vencer

Fotografia: Nuno Flash

Mais uma posição no Girabola Zap será definida esta tarde, às 15h30', no Estádio dos Coqueiros, quando se defrontarem Kabuscorp do Palanca - Progresso da Lunda Sul, um jogo que se espera interessante devido o objectivo que os dois conjuntos perseguem.

As várias 'tempestades' vividas ao longo da época impediram os palanquinos de serem tão competitivos como se pretendia, culminando com o fracasso de não conquistarem o campeonato.

Ainda assim, têm um prestígio a defender o 4º. lugar. É bem verdade que não é a classificação que desejavam, mas não deixa de ser algo prestigiante e que pode dizer alguma coisa sobre a qualidade do Kabuscorp no contexto do futebol angolano.

A partida desta tarde tem mais um carácter decisivo para o Progresso da Lunda Sul face a iminência de trocar de posição com o adversário. É de resto, um estimulante para a equipa de Kito Ribeiro dar até o que não tem para alcançar uma vitória de dois golos de diferença, para terminar no inédito 4º. lugar. Os lundas têm de fazer jus ao estatuto de equipa sensação da época passada, por isso, tem de ter coragem de assumir o jogo para entrar pela porta larga a oportunidade que tem de melhor a sua posição.

Dar a iniciativa de jogo ao adversário nem sempre é uma estratégia acertada, pelo que Kito Ribeiro tem de inculcar na mente do plantel a importância de jogar, como se fosse numa final.

As duas equipas perderam na jornada passada, um bom sinal de alerta para despertar os planteis para a necessidade de terminarem o campeonato de cabeça erguida.

O Kabuscorp só precisa de um ponto para conservar a sua posição, contudo do outro lado há a obrigatoriedade de vencer, mas não pela margem mínima. Este é o derradeiro sacrifício que as duas equipas têm de consentir.

Os donos da casa têm melhor plantel e vai tentar aproveitar toda a qualidade individual e colectiva que possui para gerir o jogo à sua maneira. Os palanquinos nem sempre foram consistentes nos momentos decisivos, mas é possível que hoje nos Coqueiros consigam ser irrepreensível na hora de puxar dos galões. O Progresso vem a Luanda com muita pressão. A equipa está na segunda temporada consecutiva na primeira divisão e tem tudo para continuar a elevar a fasquia na classificação.

Vencer nos Coqueiros tem os seus custos, mas seguramente não devem ser tão elevados para quem conseguiu provar o que tem feito no campeonato desde o ano passado, por isso, não é obra do acaso.

A inédita situação por que passa o Kabuscorp, jogar sem treinadores no banco de suplentes, mexe sempre com a mente dos atletas e até certo ponto estão por sua conta e risco na hora de tomar decisões fáceis ou difíceis, capazes de influenciar no desempenho final da equipa.

O Progresso da Lunda Sul vai ter os técnicos que quiser no banco de suplentes, mas isto só vai se transformar em vantagem real, se Kito Ribeiro e pupilos conseguirem criar danos irreparáveis na estratégia concebida durante a semana laboral por Romeu Filemon.


KABUSCORP
Mário falha último jogo


O guarda-redes Mário, lesionado, é a única baixa do Kabuscorp do Palanca para o jogo desta tarde, às 15h30, no Estádio dos Coqueiros, diante do Progresso da Lunda Sul, na abertura da 30ª e última jornada do Girabola ZAP.

O jogo é de extrema importância  para os dois conjuntos, visto que ambas perseguem o 4º lugar da prova. Se para os anfitriões a intenção é conservar a posição da época passada, o adversário tem as atenções centradas na melhoria.

O técnico adjuntos dos palanquinos, Joaquim Manuel, assumiu ao Jornal dos Desportos estarem preparados para conservarem o lugar que ocupam na tabela de classificação, fracassado que foi o objectivo definido para esta época.

"Sabem que a nossa equipa entra em todos os jogos com intuito de ganhar e este com o Progresso não foge a regra. Espero que seja um bom jogo e com desfecho a nosso favor para consolidarmos a nossa posição, uma vez que não conseguimos cumprir com o planificado para esta época ", realçou.

Ao longo da semana, o grupo trabalhou com rigor os fundamentos inerentes ao jogo  com o Progresso da Lunda Sul, com incidência na melhoria das falhas cometidas na jornada anterior, em que  perderam na visita ao aflito Académica do Lobito.
 Manuel Neto