Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Kabuscorp e Progresso repartem pontos

21 de Agosto, 2016

Kabuscorp Spor Clube do Palanca e Progresso do Sambizanga

Fotografia: Jos Cola

A turma do palanca produzia um futebol pragmático, com o seu sector intermediário a tentar sobrepor ao adversário que, inicialmente, apresentou-se trémula.

O Progresso não se coibiu das suas competências. Leu bem as intenções adversárias e foi preenchendo o vazio no centro do terreno e, aos poucos, foi equilibrando o jogo.

A oportunidade mais flagrante de golo pertenceu os palanquinos, quando aos 15 minutos Mpele Mpele , na cobrança de um livre , fê-lo de forma genial, mas a mão milagrosa do guarda-redes adversário negou o que seria  o primeiro golo da turma do Palanca.

Os sambilas responderam de imediato com um cabeceamento primoroso de Luís Tati, passando a bola por cima do travessão.

O golo não surgia e as equipas esmorecidas privilegiavam as jogadas no centro do terreno, longe de uma qualidade ofensiva digna de realce até à hora do descanso.

As equipas regressaram com a mesma disposição inicial, com o Kabuscorp mais atrevido no último terço adversário, mas não obstante a intensidade com que se jogava, e à grande apetência pelo golo por parte dos conjuntos, o golo teimou em surgir até ao apito final.


OPINIÃO DOS TÉCNICOS
Kabuscorp
Filemon

 “O resultado foi justo”

“Hoje  jogámos com mais qualidade, mudámos um bocadinho a equipa para motivar alguns jogadores porque  algumas situações não estamos satisfeitos. Mas ainda assim faltou-nos aquele passe fundamental. Por isso, o resultado é justo por tudo quanto foi feito aqui. Vamos levantar a cabeça para ver se melhoramos no próximo jogo ”.

Progresso
Albano César

 “Temos défice no ataque”

“Estamos há oito jogos sem perder, mas, nesta segunda volta, temos apenas duas vitórias. É o problema que estamos a viver, o futebol é assim, sabemos que estamos com um défice no ataque, mas é certo que jogamos com uma equipa boa e o resultado foi esse. Qualquer das formas estamos satisfeito com o resultado e vamos trabalhar para melhorar".


A ARBITRAGEM
Trabalho regular


Osvaldo Félix embora tenha claudicado nalguns momentos, esteve bem quer no capítulo técnico como disciplinar. A característica de jogo demonstrada pelos conjuntos não exigiram dele grande esforço físico, por isso o homem do apito não teve dificuldades de acompanhar bem de perto as jogadas delineadas pelos contendores. A sincronização entre os seus assistentes também esteve excelente. Em suma grande postura do trio que esteve ontem no Estádio dos coqueiros.

Melhor em campo
Defesas de Titi


O guarda-redes Titi foi o melhor jogador em campo. Titi fez defesas espectaculares evitando muitas situações com rótulo de golo. A actuação do  jovem  guarda-redes do sambila ofereceu grande tranquilidade  ao sector defensivo da sua equipa, ou seja o empate conseguido pelo Progresso teve  a mão de Titi. Por isso, a nosso ver a sua distinção não merece contestação.